No MA, empresas com mais de 20 funcionários terão de realizar testagem para Covid-19
Cotidiano

No MA, empresas com mais de 20 funcionários terão de realizar testagem para Covid-19

Poderão ser utilizados os tipo RT-PCR e os sorológicos

A Assembleia Legislativa do Maranhão aprovou, na terça-feira 23, projeto de lei que obriga empresas no estado com mais de 20 funcionários a realizar testagem periódica, a cada 15 dias, para detecção do novo coronavírus. A matéria aguarda sanção do governador Flávio Dino (PCdoB).

Segundo a proposta, de autoria do deputado Yglésio Moysés (PROS), os testes que poderão ser utilizados são do tipo RT-PCR (considerado padrão de referência, realizado a partir de amostras coletadas através de cotonetes de nariz e orofaringe garganta) e os sorológicos (realizado a partir da amostra de sangue do paciente), mais baratos que o primeiro.

“Com a abertura gradual das atividades econômicas no Maranhão, é importante que as empresas tomem cuidados específicos para evitar que funcionários e até mesmo os clientes contraiam a Covid-19”, justificou Yglésio.

Pelo texto, os funcionários cujo resultado da testagem tenha sido o IgG (imunoglobina G) positivo e IgM (imunoglobina M) negativo, estarão liberados da testagem a cada 15 dias. Isso porque esses dois anticorpos indicam que a pessoa já possui um grau elevado de imunidade à doença, excluindo-o da necessidade de nova testagem imediata. Contudo, todos deverão ter temperatura auferida, por meio de termômetro digital, para ajudar no controle da doença.

Para resultados de exames positivos para Covid-19, os infectados deverão ser submetidos ao isolamento domiciliar.



Comente esta reportagem