Grupo especial da PM começa a exterminar assaltantes de banco no MA
Maranhão

Grupo especial da PM começa a exterminar assaltantes de banco no MA

Duas turmas da Cosar já foram formadas. Coordenador é o Comandante Geral da PMMA, o coronel caveira José Frederico Pereira

O governador Flávio Dino (PCdoB) colocou em campo, desde o último sábado 16, o que deve ser o início de uma nova Operação Tigre no Maranhão, deflagrada pela primeira vez na segunda metade do século passado, quando o então governador, João Alberto de Souza (PMDB), deu carta livre para que policiais militares bem treinados abrissem guerra contra o crime organizado.

Após trabalhos em Icatu e Morros, homens da Cosar já estão a procura dos assaltantes de banco que tocaram o terror em Paraibano e em Alcântara
Cosar Caveira! Após trabalhos em Icatu e Morros, homens da Cosar já estão a procura dos assaltantes de banco que tocaram o terror em Paraibano e em Alcântara

Partindo da mesma concepção de João Alberto à época – de que o Maranhão está vivendo uma guerra, o que obriga o Governo a partir para o enfrentamento direto – Dino autorizou ao seu novo Comandante Geral da Polícia Militar do Maranhão, coronel José Frederico Pereira, a formação de uma tropa especial qualificada para combate às ações de quadrilhas de assaltos a agências e instituições financeiras no interior do estado. Os treinamentos aconteceram na selva no município de Imperatriz e foram ministrados pelo 50º BIS, unidade do Exército Brasileiro sediada naquela cidade. O 12º BPM de Estreito e a 12ª CI de Rosário participaram dos treinamentos e, em São Luís-MA, o 24º BIL também prestou contribuição para a qualificação dos exterminadores de assaltantes.

Duas turmas já foram formadas – a primeira no primeiro semestre passado e a segunda na primeira semana deste mês – e ambas já mostraram a que vieram: abater bandidos.

Batizada por Pereira – único coronel caveira – com o nome de Cosar, a Companhia de Operações de Sobrevivência em Área Rural abateu, logo na primeira ação, pelo menos dois suspeitos de participarem do assalto à agência do Banco Bradesco no município de Icatu. Nesta ação, três bandidos chegaram a sobreviver, por terem rapidamente decidido se entregar tão logo seus comparsas tombaram.

Na manhã desta terça-feira 19, a Cosar voltou a ser acionada após assalto a uma agência dos Correios na cidade de Morros. Como na primeira ação do grupo especial, os dois assaltantes também foram rapidamente abatidos.

Terminado o trabalho em Morros, a tropa especial – que age de forma independente das informações repassadas pela Inteligência – já está no encalço do grupo de cinco assaltantes que tocou o terror no município de Paraibano, também na manhã de hoje – e continua atrás dos outros cinco que assaltaram ontem o Bradesco em Alcântara.

Como nas duas primeiras ações infalíveis da Cosar, o resultado já é esperado. E será a Cosar a tocar o terror.



Comentários 134

  1. segurança

    O governador e policia do Maranhão está de parabéns, muitas das agências bancárias tem fechado devido esse tanto de sinistros, principalmente em amarante, parabéns comandante e seus homens guerreiros

  2. Pingback: Atual7

  3. Yslan oliveira

    Por uma questão humanitária confesso que não fico satisfeito pelos óbitos que ocorreram,porém fico feliz pela preparação técnica da tropa,parabéns aos policiais e oficiais!

    1. Lucas

      Yslan oliveira.... amigo convenhamos que é sempre triste quando pessoas morrem mas pessoas desse nível não fazem falta nem aos parentes que neste momento devem sim sentir falta do seus entes queridos que morram mas no fim estão aliviados por não serem mais expostos a tudo que os mesmos (bandidos) acabavam transferindo para a família como a tristeza que um pai ou uma mãe sentem por não saber oque fizeram de errado para ter um filho assim ou a angústia por não saber quando vai chegar a notícia que o filho morreu.... agora a família tem uma certeza.. que acabou!!!!

  4. Kelson

    Lucas,o que vc falou tem toda a razao,mais bandidos ou nao sao todos seres humanos e vao sim fazer falta ao seus familiares.a equipe de policia sta sim de parabens com certezas mais vamos ver os fstos do que aconteceu. Pq muitos das vezes os meliantes nao tem a chance de si entrega sao logo mortos.nao stou do lado de bandido nao so p esclarecer.vidas sao sempre vidas...

    1. Luiz Carlos

      Deixa de ser hipócrita Kelson esses vagabundos colocam a vida das pessoas de bem em risco, pessoas que estão trabalhando pra manter suas famílias e tu seu idiota vem falar em chance de se entregar, se vagabundo quisesse se entregar não faria assalto, faz o seguinte adota um e leva pra tua casa. Que Deus abençoe a polícia militar que combate a criminadade todos os dias ⚡

  5. Roberto

    Como dizia meu paí, bandido é bandido morto, se o cara escolheu ser bandido problema dele mais a justiça tem que ser severa, muitos de vocês quê falam não sabe o que é passar pelas mãos de assaltantes é um terror uma tortura é por isso que sor afavor assaltantes sequestradores e traficantes e estripador é prá morrer

  6. Edmilson

    Realmente chegamos a esse nível, por falta em investimentos em políticas públicas em: educação, saúde e emprego para população e o principal conhecimento da palavra de Deus.um erro muito grande foi desarmar a população e não os marginais, vemos nas estatistas que o crime violento por arma de fogo só aumentou, a polícia militar desse País só faz enxugar gelo, por falta de políticas públicas eficaz na fronteira desse Brasil, as forças armadas treinam a décadas para uma guerra que pra eles virá, más sabemos que ela já faz parte do nosso cotidiano, além do investimento maciço na educação, saúde e trabalho para o povo, seria necessário essas forças armadas, Marinha, exército e aeronáutica se deslocar para nossa fronteira, além de reforçar através de concurso a Policial Federal e enviar efetivo treinado especificamente para essa região. Bem aventurada a Nação que teme ao Senhor Deus é anda nos seus caminhos!!!

  7. Gustavo

    Voces são dementes em publicar um texto destes, e mais dementes por concordar com a matança, o governo só achou uma maneira mais fácil de exterminar o problema que eles mesmos criam, é facil deixar o povo na miseria e sem orientação e depois dá um tiro e põe na vala, quero ver dar educação e vida digna pras pessoas terem melhores opções a seguir.

  8. Leonel

    Não concordo com quem usa pobreza e falta de informação como justificativa para quem envereda pelo caminho do mal. Nasci e fui criado nas periferias, totalmente às margens da sociedade, convivendo lado a lado com o tráfico e violência, criado por mãe solteira e tinha que ficar em casa de vizinho para que minha mãe pudesse conseguir o pão para comer no dia seguinte. Ainda assim escolhi buscar o bom caminho e estudar, apesar da grande dificuldade. Acredito que o problema é sim histórico, por falta de assistência do Estado, porém, acho necessário a solução a curto prazo, ou é isso ou é sacrificar o trabalhador de bem, na atual realidade, segurança em primeiro lugar para que haja tranquilidade em buscar educação e com a educação alcançada não preciso mais estender meu comentário. Abraços

  9. Pingback: Atual7

Comente esta reportagem