Flávio Dino intensifica lobby no TJ-MA contra reajuste de 21,7% a servidores
Política

Flávio Dino intensifica lobby no TJ-MA contra reajuste de 21,7% a servidores

Depois de ser derrotado do STF, comunista pressiona desembargadores a votarem a favor de ação do governo que derruba reajuste ao funcionalismo público estadual

Entidades repudiam ação comunista do governador Flávio Dino contra a classe trabalhadora maranhense
Atual7 Governo do Cão Entidades repudiam ação comunista do governador Flávio Dino contra a classe trabalhadora maranhense

Derrotado no Supremo Tribunal Federal (STF) nessa quarta-feira (1º), o governador Flávio Dino, do PCdoB, não ainda engoliu a determinação de pagar o reajuste de 21,7% a servidores de níveis médio e fundamental do Executivo, do Judiciário e do Ministério Público do Maranhão, e trabalha agora nos bastidores, numa ação rescisória a ser julgada nesta sexta-feira (3), pelas Câmaras Cíveis Reunidas do Tribunal de Justiça estadual.

Segundo fontes do Atual7 no TJ-MA, Dino estaria visitando pessoalmente os desembargadores e garimpando votos para a rescisória, e assim conseguir derrubar o reajuste devido aos servidores.

Ainda segundo fontes, incumbido pelo comunista de auxiliá-lo na missão, o procurador-Geral do Estado, Rodrigo Maia, teria passado boa parte da manhã de hoje no prédio do Judiciário maranhense, onde teria conversado com pelo menos cinco dos sete desembargadores [Jamil Gedeon, Cleones Cunha, Marcelino Ewerton, Lourival Serejo, Ricardo Duailibe, Paulo Velten e Luiz Gonzaga] que votarão a ação do governo.

Ao tomarem conhecimento da investida macabra do governador contra o funcionalismo público estadual, mais de 10 entidades de classe emitiram uma 'Nota Aberta' em que repudiam a pressão do Governo do Estado "em alguns membros do Poder Judiciário". (veja ao lado)

No documento, as entidades conclamam os membros do TJ-MA que julgarão a ação rescisória a "não se submeterem a essa pressão".