“Roseana buscou, mas o algoz foi Flávio Dino”, diz Saulo Arcangeli sobre corte dos 21,7%
Política

“Roseana buscou, mas o algoz foi Flávio Dino”, diz Saulo Arcangeli sobre corte dos 21,7%

Salário dos servidores públicos estaduais foi reduzido em um quinto após lobby do governador no TJ-MA

O servidor público federal e candidato ao governo estadual em 2014 pelo PSTU, Saulo Costa Arcangeli, usou sua página pessoal na rede social Facebook para prestar solidariedade aos servidores do Judiciário Maranhense que tiveram 21,7% retirados de seus salários após lobby do governador Flávio Dino (PCdoB) no Tribunal de Justiça do Maranhão.



Prestamos nossa solidariedade aos servidores da justiça estadual do MA que tiveram 21,7% retirados dos seus salários(1/5...

Posted by Saulo Arcangeli on Domingo, 6 de setembro de 2015

Repudiando a atitude do comunista de não abrir qualquer tentativa de diálogo com os servidores sobre o corte, Arcangeli lembrou que o reajuste havia sido conquistado pelo funcionalismo público após mais de nove anos de luta da categoria, e que a ex-governador Roseana Sarney (PMDB) chegou a tentar derrubar o índice dos servidores, mas que o algoz foi o próprio Flávio Dino, que continuou com a perseguição aos servidores mesmo após ter sido derrotado no Supremo Tribunal Federal (STF).

Conforme já alertado pelo Atual7, Saulo Arcangeli lembrou ainda que, embora o processo julgado pelos desembargadores das Segundas Câmaras Cíveis do TJ-MA atinja inicialmente apenas os servidores do Judiciário, a decisão deve servir como precedente para anular também os 21,7% de correção dos vencimentos de todos os servidores de níveis médio e fundamental do Executivo e do Ministério Público do Maranhão. Com isso, quem já recebia a correção vai deixar de receber e quem pleiteava receber não receberá mais.

Ao lado, o comentário feito por Arcangeli pode ser visualizado e compartilhado na íntegra.



Comente esta reportagem