Edivaldo Holanda assume vaga na Alema no lugar de Marcelo Tavares
Política

Edivaldo Holanda assume vaga na Alema no lugar de Marcelo Tavares

Ele retorna à Casa com a missão de continuar defendendo a administração do filho, prefeito de São Luís

O primeiro suplente da coligação Todos pelo Maranhão 3, Edivaldo Holanda (PTC), tomou posse, nesta quinta-feira 7, no lugar do titular do mandato, Marcelo Tavares (PSB), que se licenciou da Assembleia Legislativa para reassumir a Casa Civil do governo de Flávio Dino (PCdoB).

Após o juramento, ele foi cumprimentado pelos colegas de plenário.

Holandão, como é conhecido, retorna à Casa para continuar com a mesma missão que pode ter contribuído para a sua não reeleição em outubro do ano passado: defender a administração do filho, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), prefeito de São Luís, que tentará fazer seu sucessor em 2020 — principalmente dos deputados Wellington do Curso (PSDB), Neto Evangelista (DEM) e Adriano Sarney (PV), possíveis pré-candidatos ao cargo.

Nas eleições de 2018, ele recebeu R$ 768,6 mil em doações eleitorais, maior parte feita por ele próprio e seu partido, e gastou R$ 738,5 mil.

Empresário, advogado e candidato derrotado à prefeitura da capital por duas vezes, Edivaldo Holanda foi vereador de São Luís e deputado federal constituinte. É a terceira vez que ele ganha assentado na Assembleia Legislativa do Maranhão.



Comente esta reportagem