Técnicos do TCE querem que Fernando Pessoa explique contrato de R$ 3,1 milhões para coleta de lixo
Política

Técnicos do TCE querem que Fernando Pessoa explique contrato de R$ 3,1 milhões para coleta de lixo

Prime Serviços, de São Luís, venceu o certame suspeito de direcionamento

Técnicos do TCE (Tribunal de Contas do Estado) do Maranhão querem que o prefeito de Tuntum, Fernando Pessoa (SD), seja notificado pela corte para prestar esclarecimentos sobre um contrato para execução de serviços de coleta de lixo domiciliar e limpeza pública no município.

O pedido consta em relatório de instrução sobre representação protocolada pela empresa Futura Empreendimentos, que aponta diversos atos de falta de transparência no procedimento licitatório tomada de preços vencido pela empresa Prime Serviços, ambas com endereço cadastral em São Luís. O contrato foi firmado no início do ano, ao custo de R$ 3,1 milhões aos cofres públicos.

Assinam o documento, datado do último dia 23, os auditores de controle externo Airton da Silva Santos e Mônica Valéria de Farias, do Núcleo de Fiscalização 2 do TCE maranhense, responsável por acompanhar e opinar no âmbito da corte sobre a aplicação dos recursos públicos.

Há suspeitas de que a gestão municipal tenha imposto dificuldades no acesso ao edital da licitação e possível direcionamento. Vídeos anexados à representação reforçam as suspeitas.

Procurado pelo ATUAL7 por email enviado ao seu gabinete desde o último dia 10, o prefeito Fernando Pessoa, que desbancou nas urnas no ano passado uma das mais tradicionais oligarquias do Maranhão, não retornou o contato.



Comentários 3

  1. Aline

    As licitação são altíssima o portal da transparência do município está fechado alô ministério público aciona o prefeito pra ele abrir o portal!

Comente esta reportagem