Assembleia Legislativa do Maranhão retoma atividades presenciais com uma sessão a menos
Política

Assembleia Legislativa do Maranhão retoma atividades presenciais com uma sessão a menos

Sessões ordinárias e extraordinárias acontecerão apenas nas terças, quartas e quintas, deixando de ser realizadas às segundas-feiras

A Assembleia Legislativa do Maranhão vai retomar as atividades presenciais a partir da próxima segunda-feira (2) seguindo resolução administrativa com protocolo de retorno aprovada nesta semana pela Mesa Diretora da Casa.

De acordo com a norma, as sessões plenárias ordinárias e extraordinárias acontecerão nas terças, quartas e quintas, em sistema híbrido (remoto e presencial), deixando de ser realizadas sessões plenárias às segundas-feiras –agora destinadas apenas para realização de sessões solenes, limitadas a apenas duas por mês, com número máximo de 10 convidados por evento.

“Tomaremos todos os cuidados sanitários necessários para preservar a saúde de todos. As nossas sessões plenárias híbridas acontecerão às terças, quartas e quintas-feiras, permitindo ao parlamentar participar tanto na forma presencial como remotamente, se assim o desejar”, ressaltou o presidente da Alema, deputado Othelino Neto (PCdoB).

Os serviços e atividades regulares também voltarão na forma presencial. Servidores públicos, colaboradores e prestadores de serviços devem retornar ao exercício de suas atividades presenciais a partir de segunda, exceto as mulheres grávidas.

Apesar do retorno, segue vedado todo ou qualquer evento nas instalações da Assembleia Legislativa que não tenha correlação com as atividades do Parlamento, bem como o acesso de visitantes.

O espaço do Comitê de Imprensa, fechado desde o ano passado, será reaberto, mas somente nos dias de sessão plenária, restrito a apenas dez profissionais, por ordem de chegada, que deverão apresentar credencial e comprovante de vacinação das duas doses da vacina contra a Covid-19 ou o exame de anticorpos neutralizantes.

A resolução administrativa determina ainda o uso obrigatório de máscaras de proteção facial para todas as pessoas dentro das instalações da Assembleia Legislativa.



Comente esta reportagem