Gastos de Flávio Dino com promoção pessoal daria para manter 21,7% por um ano
Política

Gastos de Flávio Dino com promoção pessoal daria para manter 21,7% por um ano

Se trocasse também o dispêndio com aluguel de aeronaves, comunista poderia ainda estender acréscimo nos vencimentos do funcionalismo por mais quatro meses

Apesar de usar a ratosfera, termo que o Atual7 passará a utilizar a partir de agora como definição para a parte da blogosfera maranhense que é controlada por um roedor dos cofres públicos, para tentar abafar o torra-torra de dinheiro do governador Flávio Dino (PCdoB) com a sua própria imagem, os 53 milhões de reais que serão gastos pelo comunista com promoção pessoal daria para manter, de forma integral, o acréscimo de 21,7% nos salários dos servidores públicos estaduais, pelo mesmo período de 12 meses.

Ofício encaminhado por Cleonice mostra que dinheiro gasto por dino para se autopromover daria para manter reajuste nos salários dos servidores
Atual7 Questão do que é prioridade Ofício encaminhado por Cleonice mostra que dinheiro gasto por Flávio Dino para se autopromover daria para manter reajuste nos salários dos servidores

É o que revela cruzamento de dados entre o orçamento do Poder Judiciário Maranhense e o dispêndio de Flávio Dino com marketing promocional, publicidade e em consultoria de imagem, feito pelo Atual7 com base em um ofício encaminhado no ano passado pela presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão, desembargadora Cleonice Freire, à ex-governadora Roseana Sarney (PMDB), que em cumprimento à decisão transitada em julgado no Supremo Tribunal Federal (STF), implementou o reajuste no vencimento base do funcionalismo.

A cópia eletrônica do ofício pode ser visualizada ao lado.

Como o orçamento do TJ-MA de 2015 é praticamente igual ao orçamento o ano passado em razão dos cortes que a Assembleia Legislativa fez no final de 2014, se servidores fossem a prioridade do governador do Maranhão, os 53 milhões de reais daria para pagar os 21,7% de todos os 5 mil servidores do Judiciário pelo período de um ano, e ainda sobraria verba em caixa para pagar o super salário de quase 14 mil reais da mulher de Márcio Jerry.

De acordo com explanação da própria chefe do Judiciário, para que os servidores pudessem não somente receber em seus salários o reajuste determinado pelo STF, mas ainda a gratificação natalina, bem como o 1/3 das férias e encargos patronais, seria necessário a importância de R$ 52.332.454,13 (cinquenta e dois milhões, trezentos e trinta e dois mil, quatrocentos e cinquenta e quatro reais e treze centavos), ou seja, quase setecentos mil reais a menos que o valor que Flávio Dino vai torrar para se autopromover dentro e fora do estado, já que a preocupação principal do comunista tem sido a de se lançar à presidente da República já na próxima eleição.

Mais: se o governador do Maranhão tivesse cumprido a promessa de não torrar dinheiro público com o aluguel de aeronaves, os R$ 13,9 milhões que vai gastar com um helicóptero e um jatinho seria suficiente para manter os 21,7% nos salários dos servidores por mais quatro meses, e novamente sobrando dinheiro para continuar pagando os 600% a mais de aumento nos vencimentos da mulher de Jerry, que parece ter mais importância para Flávio Dino do que os servidores públicos estaduais que nele confiaram e votaram.