Felipe Camarão culpa os pais por Seduc colocar alunos em escola sem estrutura
Política

Felipe Camarão culpa os pais por Seduc colocar alunos em escola sem estrutura

Unidade funciona num pequeno prédio insalubre ao lado de um posto de combustível. Secretário alega que atendeu a escolha feita pela comunidade

O governo Flávio Dino, do PCdoB, encontrou uma maneira inusitada, e até vergonhosa, de fugir da responsabilidade de ações que são de sua competência.

Em entrevista ao jornalista Alex Barbosa, exibida no Bom Dia Brasil, da Rede Globo, nesta sexta-feira 20, o secretário de Estado da Educação, Felipe Camarão, resolveu jogar para os pais a culpa por mais de 400 alunos terem sido colocados pela própria Seduc num pequeno prédio insalubre ao lado de um posto de combustível, em São Luís, correndo o risco de explosão no local, tendo aulas um dia sim, outro não, e sendo intoxicadas com cheiro de gasolina.

“Oferecemos alternativas, mas a comunidade escolar, por sua própria opção, em conversa conosco, dos professores, doa pais e mães responsáveis, fizeram essa opção por ficar naquele local”, alegou Camarão, sendo desmentido logo em seguida pela mãe de uma aluna.

É de embrulhar o estômago.

Assista na reportagem abaixo:



Comentários 2

  1. Maria Helena

    Essa escola já enfrentava problemas devido a falta de professores, por isso os alunos frequentemente saiam cedo, inclusive os do ensino médio, e agora uma reforma em pleno fim de ano, eles podiam está estudando no prédio do antigo cema que fica na cabeceira da ponte Bandeira Tribuzi, na Camboa, mas este está abandonado e saqueado, eu já havia publicado em outros blogs essa situação, não verdade pouco se importam com esses alunos, afinal são da Liberdade, bairro periférico e com histórico de violência.

  2. Magno Monteiro

    Um governo dos camaradas!! Com certeza esse é mais um "aluguel camarada", com valor locatício superfaturado, que vem à tona, portanto, nulo de pleno direito. Desta feita quem será o figurão amigo dos comunistas proprietário desse prédio na Camboa? Digo: um arremedo de escola? Ademais, esse tal Programa Escola Digna é mais um engodo do governo da mudança.Uma enganação. Meu Deus!

Comente esta reportagem