Assembleia Legislativa do Maranhão
Aumento da tarifa do Expresso Metropolitano cala Duarte Júnior
Política

Aumento da tarifa do Expresso Metropolitano cala Duarte Júnior

Diferente do que ocorreu no ano passado, diretor do Procon-MA não pode agir como quando somente a Prefeitura de São Luís reajustou a passagem dos ônibus

Quatro dias após o prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT) assinar decreto concedendo aumento de 11,8% no preço das tarifas dos ônibus que circulam na capital, o diretor da Gerência de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon) do Maranhão, Duarte Júnior, não deu qualquer declaração contrária ao ato abusivo e ilegal, mesmo diante da revolta da população e das manifestações de estudantes.

E nem vai.

Diferente do que ocorreu no ano passado, quando o diretor do Procon-MA notificou a SMTT (Secretaria Municipal de Trânsito e Transporte) e o SET (Sindicato das das Empresas de Transportes de Passageiros de São Luís) contra o reajuste de 16% implantado por Edivaldo, o aumento da passagem dos coletivos não ocorreu apenas no transporte público de responsabilidade da Prefeitura de São Luís. Na quarta-feira 23, o recém-implantado Expresso Metropolitano, de responsabilidade do governo Flávio Dino, também sofreu aumento da tarifa, pulando de R$ 2,80 para R$ 3,10.

Duarte Júnior, então, se recolheu e calou-se.

Nenhuma manifestação nas redes sociais, nenhuma release rápida informando sobre alguma solicitação das justificativas para os aumentos, nenhum compartilhamento sobre os direitos dos consumidores nos grupos de WhatsApp e muito menos uma ação determinando a redução dos preços em 24 horas, como ocorreu no ano passado, quando somente a prefeitura aumentou as passagens.

Visivelmente constrangido pelo patrão, até mesmo quando questionado pelo Atual7 sobre o silêncio tumular, a única declaração arrancada foi tímida. Segundo o diretor do Procon-MA, o órgão “está analisando todas as justificativas para tal aumento”, e completa: “Sem essa análise técnica, toda e qualquer ação seria precipitada”.

Como, porém, não foi informado quando a manifestação “base no ordenamento jurídico pátrio” será externada, quem acredita que Duarte Júnior irá contrariar Flávio Dino?



Comentários 1

  1. Pingback: Atual7

Comente esta reportagem