Governo Dino abre licitação de R$ 930 mil para pesquisas de opinião
Política

Governo Dino abre licitação de R$ 930 mil para pesquisas de opinião

Contratada deve ser especializada em metodologia de entrevista face a face e grupo. No primeiro mandato, comunista contratou empresa para levantar hábitos de consumo de mídia da população

A Secretaria de Comunicação Social e Assuntos Políticos (SECAP) do Maranhão abriu concorrência para contratação de empresa especializada em pesquisas quantitativa e qualitativa, com metodologia de entrevista face a face e grupo.

Na modalidade pregão presencial, do tipo menor preço global, o valor da contratação está estimado em exatos 930.086,60 (novecentos e trinta mil, oitenta e seis reais e sessenta centavos). De acordo com o edital, as propostas serão apresentadas no próximo dia 25 e o contrato prevê a duração de um ano, contados da data de sua assinatura  — baixe o documento.

É a primeira licitação aberta no segundo mandato de Flávio Dino (PCdoB) no Palácio dos Leões por meio da pasta.

No mandato anterior, o comunista realizou contratação semelhante, mas para levantamento de hábitos de consumo de mídia da população. Pagou R$ 114.214,45 (cento e quatorze mil duzentos e quatorze reais e quarenta e cinco centavos) pelos serviços à Ideia Inteligência e Pesquisa Ltda, do Rio de Janeiro, que no ano passado ganhou mais um contrato, de R$ 820.080,00 (oitocentos e vinte mil e oitenta reais), para gerenciamento e disparos de mensagens do governo pelo aplicativo WhatsApp.

Como justificativa para a nova contratação, a SECAP diz que os serviços auxiliarão as atividades da pasta em temas de relevo social e avaliação de políticas públicas, e aponta quais: violência doméstica e familiar contra a mulher; segurança pública; educação e cultura; saúde; direitos das mulheres; direitos das pessoas com deficiência; direitos dos idosos; direitos da criança e do adolescente; direitos do trabalhador; direitos do consumidor; meio ambiente; infraestrutura e tecnologia; participação social e monitoramento de avaliação e da imagem do Governo do Maranhão.

Diz também que a realização de pesquisas de opinião é citada entre as melhores práticas para a promoção da participação popular em diversos documentos de organizações internacionais, como a Organização dos Estados Americanos (OEA) e Organização das Nações Unidas (ONU).

Segundo as especificações e quantitativos dos serviços previstos no edital, a contratada deverá realizada ao longo da vigência contratual o total de 20 mil pesquisas com metodologia de entrevistas face a face, e mais 24 com grupos focais e de controle.

O edital prevê, ainda, que os serviços deverão ser realizados de acordo com as demandas da SECAP, por meio da Gestão de Marketing, que expedirá ordem de serviços, com as especificações dos quantitativos de pesquisa, período, temáticas e área de abrangência.



Comente esta reportagem