Hilton Gonçalo revela decepção com Flávio Dino e deve deixar o PCdoB
Política

Hilton Gonçalo revela decepção com Flávio Dino e deve deixar o PCdoB

Município de Santa Rita, administrado pelo prefeito, é um dos poucos que o Palácio dos Leões não abriu parceria

O prefeito de Santa Rita Hilton Gonçalo (PCdoB) revelou, nesta sexta-feira 10, em entrevista à revista Maranhão Hoje, que não descarta deixar o PCdoB e disputar novo cargo majoritário numa chapa de oposição ao governador Flávio Dino, que é do seu partido, ou mesmo apoiar um outro candidato que faz oposição ao Palácio dos Leões.

Gonçalo não esconde a decepção de ser um dos poucos prefeitos que não possui qualquer parceria com o Estado, mesmo tendo apoiado o comunista em 2014, no seu município e nos demais onde tem influência, dando-lhe uma excelente votação nessas localidades.

Para ele, o problema pode estar na forma adotada por Dino para trabalhar nos municípios, pois em vez celebrar convênios com as prefeituras, o Estado executa as obras diretamente, sem ao menos consultar o gestor municipal, prática com a qual não Gonçalo concorda.

O prefeito alerta que o chefe do Executivo estadual “precisava mexer em sua equipe de governo e colocar em pontos-chaves não apenas quem tem conhecimento técnico, mas sensibilidade política, ou seja, pessoas que conheçam a realidade do estado, sabem das necessidades das populações mais carentes e queiram trabalhar em parceria com os gestores municipais para amenizar esses problemas”. Um dos problemas citados pelo prefeito de Santa Rita diz respeito a dúvida se os secretários estaduais não atendem aos pleitos de alguns prefeitos por má vontade ou por desconhecimento ou, então, o que seria mais grave, se lhes falta autonomia no gerenciamento das pastas.

Ainda na entrevista, Hilton Gonçalo revelou que outros atores da política, tanto da oposição quando da situação, reconhecendo sua popularidade e o trabalho que vem realizando em Santa Rita, o têm procurado para dialogar, dentre eles o senador Roberto Rocha (PSDB), o deputado estadual Eduardo Braide (PMN), e o deputado federal José Reinaldo Tavares (PSB). Apesar dessa procurada, ele afirma que não tem estendido negociações, tampouco firmado compromissos, pois no momento está mais focado em fazer um bom governo em Santa Rita e ajudar sua mulher, Fernanda Gonçalo, a fazer uma boa administração em Bacabeira.

O prefeito lembra ainda que, apesar de não receber ajuda alguma por parte do Palácio dos Leões, continua tocando obras em seu município, como pavimentação de ruas e estradas vicinais, ampliação dos serviços de água, construção de moradias para famílias carentes, adquirindo equipamentos para hospital, dentre outros benefícios para a população. Segundo ele, lhe foram negadas repasses para as festividades de Carnaval e do São João, além de exclusão do programa Mais Asfalto e falta de auxilio financeiro ao hospital municipal.



Comente esta reportagem