PT abona na próxima semana filiação de Felipe Camarão, que pode disputar Câmara ou ser vice de Brandão
Política

PT abona na próxima semana filiação de Felipe Camarão, que pode disputar Câmara ou ser vice de Brandão

Secretário de Educação do Maranhão é o quadro mais qualificado do governo Flávio Dino, e responsável pela condução do programa Escola Digna

O PT vai abonar, na próxima semana, a ficha de filiação ao partido do secretário de Educação do Maranhão, Felipe Camarão. Ele chega à legenda após deixar o DEM.

Solicitado desde o início do mês passado, o pedido de filiação será abonado somente agora em razão do calendário já estabelecido pelo PT para começar a debater pautas relacionadas às eleições de 2022.

Além de tratar sobre filiações, também serão iniciadas as discussões sobre a formação de chapa de deputados e agenda do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Maranhão, possivelmente na segunda quinzena de julho.

Quadro mais qualificado do governo Flávio Dino (PSB) e responsável pela condução do principal programa do Palácio dos Leões, o Escola Digna, Felipe Camarão entra no PT com as boas vindas de quase todo o partido. Apenas o deputado federal Zé Carlos demonstrou insatisfação com o pedido do secretário estadual da Educação para integrar a legenda.

Embora Camarão admita publicamente que pretende disputar uma vaga na Câmara dos Deputados, há abertura de diálogo para a indicação de seu nome para a vaga de vice na chapa eleitoral do grupo comandado por Dino, que já confirmou apoio a Carlos Brandão (PSDB) como seu sucessor ao Governo do Estado.

O próprio Partido dos Trabalhadores também pleiteia espaço na majoritária a ser lançada pela base dinista, o que pode reforçar a articulação para formação da chapa com Carlos Brandão candidato a governador, Felipe Camarão vice-governador e Flávio Dino ao Senado.



Comente esta reportagem