Ecoponto
Gestão Edivaldo Júnior coloca em funcionamento 15º Ecoponto
Cotidiano

Novo equipamento foi instalado no bairro Parque dos Nobres. É o terceiro inaugurado em menos de um mês

A gestão do prefeito Edivaldo Holanda Junior (PDT) segue avançando no combate ao descarte irregular pela cidade ao colocar em funcionamento um novo Ecoponto, desta vez no bairro Parque dos Nobres. O equipamento é o 15º a entrar em operação na capital e vai beneficiar toda cidade, principalmente, de forma direta, 16 bairros do seu entorno.

O novo equipamento fica localizado na Rua dos Imperadores, próximo à Igreja Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. Vai garantir aos moradores do entorno o descarte ambientalmente adequado de materiais recicláveis e resíduos volumosos.

“A implantação dos Ecopontos é mais uma medida importante para garantir a profissionalização da gestão de resíduos sólidos em nossa cidade. Com estes equipamentos, conseguimos incluir São Luís no mapa da reciclagem, combater o descarte irregular nas ruas da nossa cidade e fortalecer as entidades de catadores, entre tantos outros benefícios”, frisou Edivaldo Júnior.

Segundo a prefeitura de São Luís, o Ecoponto no Parque dos Nobres é o terceiro a entrar em funcionamento em menos de um mês. No dia 3 de julho, entrou em operação o Ecoponto Sacavém, localizado na Avenida dos Africanos. No dia 19 de junho foi entregue o Ecoponto Itapiracó, localizado na Avenida Joaquim Mochel, no Cohatrac IV.

Além destes, estão em pleno funcionamento os Ecopontos da Parque Amazonas (Avenida dos Africanos, s/nº, Bairro de Fátima, entrada do Parque Amazonas); do Angelim (Rua 27, s/nº (antes do Makro, próximo ao Restaurante Chico Noca); do Bequimão (Avenida 1, s/nº, Bequimão); do Habitacional Turu (Travessa G, s/nº, Habitacional Turu); do Jardim América (Avenida 03, s/nº, Jardim América - o lado da União de Moradores); do Jardim Renascença (Rua Netuno, próximo à Paróquia de São Paulo Apóstolo); do Residencial Esperança (Rua Doutor Ribeiro, s/nº, Residencial Esperança); da Cidade Operária - Unidade 101 (Avenida Este 203, Cidade Operária, próximo ao Campo do Real); do São Francisco (Avenida Ferreira Gullar, ao lado da Estação Elevatória da Caema); do Anil (Rua 02, Conjunto Rancho Dom Luiz, Anil); do São Raimundo (Rua 03, Quadra 50, próximo ao ponto final do bairro); da Cidade Operária - Unidade 205 (Avenida Leste 103, próximo ao à UEB Mata Roma); do Itapiracó (Avenida Joaquim Mochel, Cohatrac IV, próximo ao Campo do Léozão); e do Sacavém (Avenida dos Africanos, próximo ao antigo Habib's).

Todos funcionam de segunda-feira a sábado, das 7h às 19h,

Materiais recebidos

» ELETRÔNICOS: televisão, monitores, celular, impressoras, mouses, teclados etc - até três unidades;

» ENTULHO: resíduos de construção civil, como tijolos, telhas, gessos etc - até 2m³ (volume de uma caixa d'água de 2 mil litros);

» MADEIRAS: até 2m³ (volume de uma caixa d'água de 2 mil litros);

» ÓLEO DE COZINHA: até 5 litros;

» PNEUS: até 4 unidades;

» PODAS DE ÁRVORE E RESTO DE CAPINA: até 2m³ (volume de uma caixa d'água de 2 mil litros);

» RECICLÁVEIS: plástico, papel, isopor, metais, vidros, etc (até 300 litros - 3 sacos grandes);

» VOLUMOSOS: móveis, sofás, colchão etc (até dois volumes).

Materiais não recebidos

Lixo doméstico; animais mortos; resíduos hospitalares; resíduos perigosos/contaminados: pilhas, baterias, lâmpadas, cartuchos/tonner etc.

Prefeitura inaugura nono Ecoponto e fortalece gestão de resíduos sólidos
Maranhão

Proposta do equipamento é eliminar pontos de descarte irregular de resíduos sólidos na capital

A Prefeitura Municipal de São Luís entregou, nesse sábado 13, o nono Ecoponto da capital.

O novo espaço segue o modelo dos demais já entregues, e funcionará na Avenida Ferreira Gullar, no bairro do São Francisco, atendendo ainda moradores de bairros adjacentes como Ilhinha, alcançando uma população de cerca de 20 mil habitantes.

A proposta do equipamento é eliminar pontos de descarte irregular de resíduos sólidos na cidade.

Para a presidente do Comitê Gestor de Limpeza Urbana, Carolina Moraes Estrela, o trabalho desenvolvido pelo comitê tem contribuído para fortalecer a política da limpeza pública. "Essa é uma área com grande incidência de descarte irregular na cidade, mesmo com a coleta domiciliar realizada de forma regular. Outro benefício do equipamento é que ele proporciona a inclusão das cooperativas de reciclagem nesse ciclo virtuoso de desenvolvimento sustentável e de geração de emprego e renda", disse.

Além do São Francisco, outros pontos estratégicos da cidade já foram contemplados com um Ecoponto: Parque Amazonas, Angelim, Bequimão, Habitacional Turu, Jardim América, Jardim Renascença, Residencial Esperança e Cidade Operária.

Os equipamentos contam com instalações sanitárias, estacionamento, setores de recebimento e acondicionamento temporário dos materiais e área de manobra de equipamentos e veículos. Cada Ecoponto possui, ainda, quatro baias de alvenaria cobertas e sinalizadas, para a deposição do material coletado.

Todos funcionam de segunda a sábado, das 7h às 19h, e também recebem resíduos de áreas adjacentes.

-->