Cotidiano
Governo do MA intensifica fiscalização na entrada e saída da Ilha de São Luís
Cotidiano

Restrição determinada por Flávio Dino atinge o transporte coletivo convencional, alternativo ou complementar, de fretamento ou turismo

O Governo do Maranhão, por meio da MOB (Agência Estadual de Mobilidade Urbana e Serviços Públicos) e com o apoio da Polícia Militar, intensificou as fiscalizações na BR 135, no Terminal da Ponta da Espera e no Terminal Rodoviário de São Luís.

A medida tem com objetivo dar cumprimento ao decreto 35.722, editado por Flávio Dino (PCdoB) no último dia 7, que restringiu viagens durante a Semana Santa no serviço de transporte rodoviário intermunicipal de passageiros e reduziu a quantidade de viagens do transporte aquaviário de ferry boat. A restrição atinge o transporte coletivo convencional, alternativo ou complementar, de fretamento ou turismo.

Apesar de haver cedido ao lobby de entidades empresarias e liberado a reabertura de setores do comércio, a decisão de restringir as estradas e saídas da Ilha de São Luís foi tomada por Dino para tentar conter a disseminação do novo coronavírus (Covid-19) e passou a valer desde as 7 horas dessa quarta 8, e vai vigorar até as 23h59 do próximo dia 13.

Além da capital, localizam-se também na Ilha de São Luís os municípios de Raposa, São José de Ribamar e Paço do Lumiar.

Segundo o governo, as fiscalizações irão prosseguir durante todo o período da Semana Santa, e as sanções para quem descumprir o decreto vão de multa que variam de R$ 100 até R$ 5 mil, além de retenção do veículo.

A partir desta quinta-feira 9, o transporte aquaviário dos ferry boats passa a operar com novos horários. Até o dia 13 de abril, período que abrange a Semana Santa, serão realizadas seis viagens diárias.

Para partidas do terminal da Ponta da Espera, em São Luís, os novos horários são 6h, meio dia e 18h. Já para quem quiser fazer a travessia do Terminal do Cujupe em direção à Ilha de São Luís, os horários disponíveis de viagens são 8h30, 14h30 e 20h30.

Número de mortes por coronavírus dobra no MA e chega a 8
Cotidiano

Casos positivos do novo coronavírus também aumentaram e já superam 200

O número de mortes por Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, em apenas 24 horas, dobrou e subiu para 8 no Maranhão, segundo divulgado pelo governador Flávio Dino (PCdoB) nas redes sociais.

Também houve aumento no número de pessoas diagnosticadas com a doença. Agora são 204 casos.

Por o comunista haver divulgado apenas os números em suas contas pessoais, informações como sexo, idade e cidade dos pacientes deverão ser divulgadas ainda nesta terça, no boletim epidemiológico da SES (Secretaria de Estado da Saúde).

Embora, em meio ao crescimento de óbitos e de casos positivos, Flávio Dino tenha cedido a lobby de entidades empresariais e afrouxado nas medidas restritivas em relação a pequenos e grandes setores do comércio no estado, e liberado a reabertura de indústrias em geral, o governador ressaltou que deve editar medidas preventivas ainda hoje, mas relacionadas à viagens na Semana Santa.

“Chegamos, nesta manhã, a 204 casos confirmados de coronavírus e a 8 óbitos. Reiteramos o chamado à colaboração no que se refere ao distanciamento social. Irei editar ainda hoje medidas preventivas sobre viagens na semana santa. Precisamos evitar que o vírus se espalhe ainda mais”, publicou.

MA registra 4ª morte por coronavírus; casos positivos sobem para 172
Cotidiano

Dino liberou a reabertura de setores pequenos e grandes do comércio apesar do aumento de infectados e de óbitos no estado

O Maranhão registrou a 4ª morte pelo novo coronavírus (Covid-19), segundo boletim epidemiológico da SES (Secretaria de Estado da Saúde), divulgado nesta segunda-feira 6.

Trata-se de uma mulher, idosa, de 74 anos, cardíaca, que estava assistida desde 29 de março no Hospital São Luiz, na capital, e há dois dias na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) da mesma unidade.

A terceira morte em decorrência da Covid-19 no Maranhão, também registrada hoje, foi de um homem, idoso, de 70 anos. Ele era hipertenso, obeso e diabético.

Também houve aumento no número de pessoas diagnosticadas com Covid-19 no estado.

De acordo com os dados da SES, foram registrados mais 39 novos casos positivos do novo coronavírus, subindo de 133 para 172 em apenas 24 horas.

O relatório aponta também que, dos 39 novos casos, 31 foram registrados em São Luís, 3 em São José de Ribamar, 2 em Paço do Lumiar, 2 em Imperatriz e em Cajapió.

Há agora 1.218 casos suspeitos, sob investigação. Até esse domingo 5, eram 1.040.

Apesar do aumento de pessoas infectadas e de óbitos, contrariando a recomendação da OMS (Organização Mundial da Saúde) e do Ministério da Saúde, o governador Flávio Dino (PCdoB) cedeu a lobby de entidades empresarias e liberou a reabertura de pequenos e grandes setores do comércio no estado.

Servidores do Socorrão II relatam falta de máscaras N95 em meio à pandemia
Cotidiano

Secretário de Saúde de São Luís nega o problema. Dois servidores do hospital já foram confirmados com Covid-19

Servidores do Hospital de Urgência e Emergência Dr. Clementino Moura, conhecido como Socorrão II, em São Luís, relataram ao ATUAL7 que estão sendo obrigados a reutilizar máscaras N95 vencidas como tentativa de proteção de infecção do novo coronavírus (Covid-19), que já registrou 121 casos positivos apenas na capital, sendo três óbitos.

“Fui pedir uma e não tem. A minha já está vencida, mas continuo usando, com máscara cirúrgica por cima, para não ficar totalmente desprotegida”, disse uma profissional de saúde, sob a condição de ter o nome mantido em sigilo.

Recomendada pela OMS (Organização Mundial da Saúde) e pelo Ministério da Saúde, as máscaras N95 filtram partículas no ar e garantem proteção contra a contaminação que as máscaras cirúrgicas convencionais não dão.

Consultado, o secretário municipal de Saúde, Lula Fylho, negou o problema e garantiu que não há falta do EPI (Equipamento de Proteção Individual) para os profissionais de saúde que precisam.

“Muito mais desespero que realidade. Não tem falta. Tem protocolo. Não temos que dar para todos. Só para quem vai entubar ou atender em áreas de contato direto com pacientes suspeitos”, disse, ainda na semana passada, quando os primeiros relatos surgiram.

Também na semana passada, segundo revelou o site Folha do Maranhão, a Direção do Socorrão II comunicou aos servidores do hospital municipal que houve a confirmação de dois casos positivos com Covid-19.

Além da falta de máscaras N95, os servidores também relatam que há cerca de um mês não está sendo realizado exame de gasometria arterial, feito pelo sangue para saber a oxigenação e a troca gasosa do paciente. “É absurdo! Os pacientes, principalmente em ventilação mecânica, precisam muito”, lamentou outra profissional de saúde.

Mortes por coronavírus no MA sobem para 3; estado tem 133 casos confirmados
Cotidiano

Óbitos aconteceram em pouco mais de uma semana. Apesar do aumento, Dino cedeu a lobby e liberou abertura de setores do comércio

O número de mortes pelo novo coronavírus (Covid-19) no Maranhão subiu para três, segundo anunciado pelo secretário estadual de Saúde, Carlos Lula, durante a abertura dos leitos no Hospital Genésio Rêgo, em São Luís, nesta segunda-feira 6. O terceiro paciente era um homem, idoso, de 70 anos.

Em nota, a SES (Secretaria de Estado da Saúde) informou que estava assistido há três dias na UTI (Unidade de Tratamento Intensivo) do HCM (Hospital Carlos Macieira), localizado na capital. Ele era hipertenso, obeso e diabético.

Os óbitos no Maranhão ocorreram em pouco mais de uma semana, sendo os dois primeiros entre os dias 29 de março, um homem, de 49 anos, com histórico de hipertensão; e 4 de abril, uma mulher, de 89 anos, com quadro de comorbidades: cardiopata, hipertensiva e diagnóstico de câncer de mama.

O número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus no estado também aumentou, bem como o de suspeitos.

No primeiro óbito, eram 22 o total de pessoas diagnosticadas com a Covid-19 no estado. Agora, segundo o boletim epidemiológico mais recente, atualizado as 17h deste domingo 5, saltou para 133 casos positivos.

De suspeitos, no mesmo período, subiu de 434 para 1.040 casos sob investigação.

Apesar do aumento da curva de contaminação, contrariando recomendações da OMS (Organização Mundial da Saúde) e do Ministério da Saúde, e em incoerência às críticas que vem fazendo ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido) nas redes sociais, o governador Flávio Dino (PCdoB) cedeu a lobby de entidades empresarias e editou novo decreto afrouxando as medidas restritivas para alguns setores do comércio no Maranhão.

Após 2ª morte, casos confirmados de novo coronavírus sobem para 133 no MA
Cotidiano

SES registrou 37 novos casos de Covid-19 no estado em apenas 24h

A SES (Secretaria de Estado da Saúde) confirmou, neste domingo 5, mais 37 novos casos do novo coronavírus no Maranhão, elevando o total para 133. Até ontem, eram 96 casos confirmados.

O aumento ocorre após a 2ª morte no estado em decorrência da Covid-19, registradas entre domingo 29 e sábado 4, ambas em São Luís. A primeira foi de um homem, de 49 anos, com histórico de hipertensão, e a segunda de uma mulher, de 89 anos, com quadro de comorbidades: cardiopata, hipertensiva e diagnóstico de câncer de mama.

Dos 37 novos casos confirmados, ainda segundo a SES, 35 foram registrados em São Luís e 2 em São José de Ribamar. A maioria, o total de 23, é mulher, e 14 são homens.

O boletim epidemiológico mostra que o número de casos suspeitos também teve aumento e agora já chega a 1.040.

Sem anúncio prévio, PM e SMTT fecham acesso à Litorânea para conter coronavírus
Cotidiano

Dados da SES mostram que São Luís vem registrando o maior número de pessoas com Covid-19

Sem qualquer anúncio prévio, a Polícia Militar do Maranhão e a SMTT (Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes) bloquearam o acesso de veículos à Avenida Litorânea para conter a disseminação do novo coronavírus (Covid-10) na cidade.

Conforme imagem divulgada pelo secretário estadual Carlos Lula (Saúde) no Twitter, apenas referente à ação da SMTT, a medida autoritária começou a ser executada desde as primeiras horas da manhã deste domingo 5.

“E as entradas da Litorânea tiveram de amanhecer assim, com acesso proibido. Não teve jeito, teimosia DEMAIS. Fiquem em casa!”, publicou.

Ao ATUAL7, a secretária de Comunicação de São Luís, Conceição Castro, informou tratar-se de uma operação do Governo do Maranhão, com a prefeitura apenas dando auxílio no fechamento das vias.

Devido à falta de anúncio, ainda não há informações de como está sendo feita a identificação de quem mora na localidade, nem sobre eventual bloqueio em outras praias da capital. O ATUAL7 consultou membros da Comunicação do Estado e aguardo retorno.

De acordo com o boletim epidemiológico da SES, atualizado as 19h de ontem 4, São Luís permanece registrando a maioria dos casos positivos para o novo coronavírus no Maranhão, o total de 86. Os dois óbitos por Covid-19 no estado também ocorreram na capital.

MA registra 2ª morte e 96 casos do novo coronavírus
Cotidiano

Informação foi publicada inicialmente pelo governador Flávio Dino, em uma rede social

O Maranhão registrou a segunda morte por Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. A informação foi publicada inicialmente pelo governador Flávio Dino (PCdoB), neste sábado 4, pouco depois das 18h, no Twitter, mas sem maiores detalhes.

O comunista vem se antecipando aos canais oficiais do governo e divulgando em sua conta pessoal os números do monitoramento da doença no estado, inclusive já tendo informado dados que, posteriormente, a SES (Secretaria de Estado da Saúde) revelou como incorretos. Como a conta é pessoal, e Dino bloqueia diversos usuários —inclusive o perfil do próprio ATUAL7, a antecipação sequer pode ser entendida como transparência, aparentando mais como busca por engajamento na rede social.

Quase 1h após a publicação do governador, a SES divulgou o boletim epidemiológico diário. Confirmando outra informação antecipada por Dino no Twitter, os dados mostram que o total de casos positivos para o novo coronavírus no Maranhão também subiu, para 96. Até ontem, eram 88 casos registrados.

Sobre o registro do segundo óbito no estado, a pasta informou tratar-se de de uma mulher idosa, de 89 anos, que estava internada há seis dias em hospital particular da capital, com quadro de comorbidades: cardiopata, hipertensiva e diagnóstico de câncer de mama.

Ainda segundo o relatório, no momento, seis cidades maranhenses apresentam casos confirmados do novo coronavírus, sendo a maioria, o total de 86, em São Luís. Os demais são em São José de Ribamar (3), Paço do Lumiar (2), Imperatriz (2), Timon (2) e Açailândia (1).

Sobe para 19 o número de recuperados de coronavírus no MA
Cotidiano

O número de casos confirmados também cresceu no estado

O número de pessoas consideradas recuperadas do novo coronavírus (Covid-019) no Maranhão subiu para 19, segundo boletim epidemiológico divulgado pela SES (Secretaria de Estado da Saúde), atualizado às 19h dessa sexta-feira 3.

Também aumentou o número de casos confirmados. O Maranhão contabiliza agora 88 pacientes que registraram positivo.

Desse total, a maioria, 28 casos, estão na faixa etária de 30 a 39 anos. A minoria, dois casos, é da faixa etária de 0 a 9 anos.

Até o momento, houve apenas um óbito no estado provocado pela Covid-19.

Flávio Dino prorroga suspensão de aulas e fechamento de comércio no MA
Cotidiano

Medida permanece válida para todas as instituições de ensino do estado, da rede pública e privada

Conforme antecipado pelo ATUAL7 na semana passada, o governador Flávio Dino (PCdoB) decidiu manter a suspensão das aulas no Maranhão, por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), até o dia 26 de abril. O anúncio foi feito pelo comunista nesta sexta-feira 3, durante coletiva de imprensa.

Dino também manteve o fechamento do comércio não essencial, até o próximo dia 12, inclusive com punição àqueles que descumprirem a medida.

As novas determinações ainda precisam ser publicadas no DOE (Diário Oficial do Estado) para ter validade.

Segundo o boletim epidemiológico mais recente da SES (Secretaria de Estado da Saúde), atualizado às 20h dessa quinta-feira 1º, 81 pessoas foram diagnosticadas com a Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, no Maranhão.

O total inclui um óbito.

Mais cedo, o governador estimou que, apesar dos números oficiais, mais de 1 mil pessoas estariam infectadas com novo coronavírus.

Dino projeta que MA já tenha mais de 1 mil casos de Covid-19
Cotidiano

Governador ressaltou que luta é para evitar expansão rápida, internações hospitalares e mortes pelo novo coronavírus

O governador Flávio Dino (PCdoB) apresentou, nesta sexta-feira 3, em publicação no Twitter, projeção preocupante sobre os casos infectados com a Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus, no Maranhão.

Segundo Dino, com base nos dados oficiais da SES (Secretaria de Estado da Saúde) que atualmente apontam para 81 pessoas já diagnosticadas com a Covid-19, estima-se que mais de 1 mil pessoas já estariam infectadas no estado.

“Coronavírus >> Temos neste momento 81 casos confirmados no Maranhão, praticamente todos na Ilha de São Luís. Razoável projetar que já temos mais de 1.000 pessoas com o vírus”, apontou, ressaltando que o Governo do Maranhão “luta para evitar expansão rápida, internações hospitalares e mortes”.

Sem dar detalhes, Flávio Dino já havia declarado no início desta semana que os últimos casos do novo coronavírus no estado foram registrados como de transmissão comunitária —que ocorre quando há casos de pessoas que não viajaram e não têm vínculo com caso confirmado registrado.

Uma pessoa já morreu de Covid-19 no Maranhão, e 12 foram consideradas recuperadas.

Sobe para 81 número de casos confirmados do novo coronavírus no MA
Cotidiano

Todos os novos casos positivos foram registrados em São Luís

Subiu para 81 o número de casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19) no Maranhão, segundo boletim epidemiológico divulgado pela SES (Secretaria de Estado da Saúde), atualizado às 20h desta quinta-feira 2º. Até ontem 1º, eram 71.

De acordo com a pasta, todos os novos 10 casos positivos foram registrados em São Luís, sendo seis homens e quatro mulheres. A idade dos infectados pela Covid-19, porém, não foi informada. Nem os sintomas e o tipo de infecção: se importada, local ou comunitária.

Também subiu a quantidade de pessoas suspeitas de contaminação. Agora são 913 casos, 139 a mais do que no dia anterior.

Até o momento, apenas um óbito provocado pelo novo coronavírus foi registrado no Maranhão: um homem de 49 anos que, segundo a SES, tinha histórico de hipertensão.

Da quantidade total de infectados no estado, 12 foram declarados recuperados. A Secretaria de Saúde do Maranhão informou que eles seguem assintomáticos.

No Maranhão, quase 17% dos infectados com coronavírus já estão recuperados
Cotidiano

SES não divulgou informações sobre sexo e idade dos recuperados, nem cidade

Dos 71 casos de infecção pelo novo coronavírus (Covid-19) confirmados no Maranhão até o momento, 12 (16,90%) se recuperaram da doença, de acordo com dados da SES (Secretaria de Estado da Saúde), atualizados até as 20h dessa quarta-feira 1º.

Como há pouca transparência no boletim epidemiológico, não há informações sobre sexo e idade dos recuperados, nem cidade. Sem esses dados, não é possível saber, por exemplo, se os recuperados são pessoas idosas, ou em qual localidade o paciente foi liberado do isolamento domiciliar.

Embora a SES não tenha dado maiores detalhes sobre a recuperação, via de regra, os pacientes devem ser dispensados quando deixam de apresentar uma série de sintomas da Covid-19, mas ainda devem continuar a ser acompanhando à distância. Já a cura, tecnicamente, deve ocorrer somente depois de um período extra de observação por mais 14 dias, além das duas semanas de quarentena.

O ATUAL7 vem questionando o governador Flávio Dino (PCdoB) e o secretário estadual Carlos Lula (Saúde) sobre a omissão de informações da pandemia, mas ainda não obteve resposta.

Sobre o número total de casos registrados com Covid-19 —ou seja, a soma dos ativos, recuperados e óbito—, segundo a SES, São Luís registra o maior número, o total de 68. Os demais são dois em Imperatriz e um em Açailândia.

Edivaldo antecipa férias escolares e anuncia kit alimentação para 86 mil estudantes
Cotidiano

Medida visa combater a propagação do novo coronavírus e evitar prejuízos ou a perda de conteúdos do ano-letivo 2020

O prefeito de São Luís, Edivaldo Holanda Júnior (PDT), anunciou, ontem 1º, a antecipação das férias na rede pública municipal de ensino, como medida adicional de combate à propagação do novo coronavírus (Covid-19) na capital, e para evitar prejuízos ou a perda de conteúdos do ano-letivo 2020.

As férias começam a valer a partir da próxima segunda-feira 6, com duração de 15 dias, encerrando-se no 20 deste mês. Como o dia 21 é feriado de Tiradentes, havendo possibilidade, as aulas retornam dia 22.

Para garantir que estes estudantes continuem contando com o reforço alimentar garantido pela merenda escolar, serão entregues kits de alimentação a 86 mil estudantes da rede. Cada estudante receberá até dois kits por mês. As cestas serão entregues por alunos, portanto, cada família receberá o número de kits equivalentes ao quantitativo de crianças matriculadas na rede de ensino.

Cada kit terá arroz, feijão, fubá de milho, macarrão, massa de tomate, sal, leite, biscoito e carne moída.

O fornecimento do kit é garantido devido à alteração na Lei Federal Nº 11.947/09, que que permite a utilização das verbas da merenda escolar para fornecer alimentos a rede municipal a alunos em situações de emergência como a pandemia do novo coronavírus.

Após cobrança, SES volta a divulgar parte de dados da Covid-19; MA tem 71 infectados
Cotidiano

Boletim epidemiológico mudou, mas ainda há falta de transparência

A SES (Secretaria de Estado da Saúde) voltou a divulgar, nesta quarta-feira 1º, no relatório sobre casos do novo coronavírus (Covid-19) no Maranhão, parte dos dados omitidos no monitoramento anterior. A divulgação ocorre após cobrança do ATUAL7 ao governador Flávio Dino (PCdoB) e ao secretário estadual Carlos Lula.

Apesar da mudança no boletim epidemiológico, ainda há falta de transparência.

Um dos dados que havia sido omitido, o sexo dos casos confirmados, voltou a ser informado, mas apenas em relação aos novos diagnosticados com a Covid-19. A idade, porém, passou a ser divulgada como faixa etária.

Além disso, a indicação, por cidade, da quantidade de pessoas que ainda estão sendo checadas para o novo coronavírus passou a ser omitida. Os sintomas dos pacientes, apesar da importância da informação no enfrentamento à pandemia, até o momento não foram divulgados. E o tipo de transmissão: se importada, local ou comunitária é outro dado que também passou a ser e segue omitido.

O ATUAL7 ainda aguarda posicionamento oficial de Dino e de Carlos Lula sobre a falta de transparência nos casos do novo coronavírus no estado, conforme solicitado por e-mail.

Segundo o novo relatório da SES, atualizado as 20h de hoje, o número de pessoas diagnosticadas com a Covid-19 no Maranhão subiu para 71. Até essa terça 31, eram 52.

São Luís permanece com o maior número de casos confirmados, o total de 68, sendo 1 óbito. Imperatriz aparece na sequência, com dois. Açailândia registra um caso.

Mulheres estão entre as mais infectadas, 39 casos confirmados. Homens são 32.

Sobe para 52 número de pessoas com Covid-19 no MA; SES diminui transparência
Cotidiano

Sexo e idade de pacientes com resultado positivo do novo coronavírus passaram a ser omitidos

O número de casos confirmados do novo coronavírus no Maranhão subiu de 31 para 52, segundo relatório de monitoramento divulgado pela SES (Secretaria de Estado da Saúde), atualizado às 22h dessa terça-feira 31.

Em grave diminuição da transparência, sem qualquer explicação, a pasta mudou a metodologia de publicação dos dados, e deixou de informar o sexo e a idade das pessoas diagnosticadas com a Covid-19 no estado. Os sintomas dos pacientes, de nenhum deles, apesar da importância da informação no enfrentamento à pandemia, nunca foi tornado público.

Desde o 10º caso do novo coronavírus confirmado no Maranhão —uma mulher, de 28 anos, com histórico de viagem para São Paulo—, a SES deixou de informar o tipo de transmissão: se importada, local ou comunitária. Esta última, já declarada pelo governador Flávio Dino (PCdoB), e que leva ao aumento de medidas restritivas, ocorre quando há casos de pessoas que não viajaram e não têm vínculo com caso confirmado registrado.

O ATUAL7 questionou, por e-mail, o titular da SES, Carlos Lula, e o próprio Dino sobre a falta de transparência e aguarda retorno. Dados que não estão sendo divulgados foram solicitados, para criação de um banco de dados público de monitoramento, com objetivo de facilitar estudos sobre a progressão da pandemia no Maranhão e o desenvolvimento de soluções contra o avanço da doença, além de garantir o exercício do controle social.

Dos 52 casos já confirmados de Covid-19 no estado, há 1 óbito, de um homem de 49 anos. Segundo comunicado da Saúde estadual, ele tinha histórico de hipertensão.

Há ainda 754 casos suspeitos, sob investigação. Sobre esses casos também não há transparência.

MA tem 1 óbito por coronavírus e 31 casos de infecção
Cotidiano

Dino declarou que há transmissão comunitária no estado

O Maranhão possui 1 óbito e 31 casos confirmados do novo coronavírus (Covid-19), de acordo com relatório de monitoramento divulgado pela SES (Secretaria de Estado da Saúde), na noite desta segunda-feira 30.

Segundo declarou, sem entrar em detalhes, o governador Flávio Dino (PCdoB), durante coletiva hoje no Palácio dos Leões, os últimos dados apontam que já há no Maranhão transmissão comunitária, que ocorre quando há casos de pessoas que não viajaram e não têm vínculo com caso confirmado registrado.

Os dados mostram que a maior quantidade de infectados com Covid-19 é mulher, com total de 18. Há, inclusive, uma criança do sexo feminino, de apenas 1 ano de idade.

A única morte registrada é de um homem, de 49 anos com, segundo a SES, histórico de hipertensão.

Há ainda 222 casos suspeitos, sob investigação.