Diap
Lobão e Weverton estão entre as 100 cabeças mais influentes do Congresso
Política

Levantamento anual analisa a influência dos parlamentares em Brasília

O Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap) divulgou, nesta segunda-feira 4, levantamento anual que analisa a influência dos parlamentares em Brasília. Entre os 100 cabeças do Congresso mais influentes estão apenas dois parlamentares da bancada maranhense: o senador Edison Lobão (PMDB) e o deputado federal Weverton Rocha (PDT).

Na definição do Diap, os cabeças do Congresso Nacional são aqueles parlamentares que conseguem se diferenciar dos demais pelo exercício de todas ou algumas das qualidades e habilidade legislativa. Entre os atributos que caracterizam um protagonista do processo legislativo são destacados a capacidade de conduzir debates, negociações, votações, articulações e formulações, seja pelo saber ou senso de oportunidade.

Além disso também é avaliado eficiência na leitura da realidade, que é dinâmica, e, principalmente, facilidade para conceber ideias, constituir posições, elaborar propostas e projetá-las para o centro do debate, liderando sua repercussão e tomada de decisão. Entre os 100 parlamentares que comandam o processo decisório no Congresso, 60 são deputados e 40 são senadores.

No caso de Edison Lobão, em sua avaliação, o Diap o classifica como um articulador. Já Weverton Rocha, segundo o Diap, é classificado como negociador.

Além dos 100 cabeças, desde a 7ª edição da série, o Diap divulga levantamento incluindo na publicação um anexo com outros parlamentares que, mesmo não fazendo parte do grupo dos 100 mais influentes, estão em plena ascensão, podendo, mantida a trajetória ascendente, estar futuramente na elite parlamentar. Mas na lista dos parlamentares em ascensão, o Maranhão não tem, por ora, nenhum representante.

Sarney Filho é o único maranhense a integrar lista dos 100 mais influentes do Congresso
Política

Lista é do Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar, que classificou o deputado como um dos 'Cabeças' do Congresso Nacional

O deputado federal Sarney Filho (PV-MA), líder do Partido Verde, foi o único maranhense a integrar a lista divulgada na tarde dessa segunda-feira 31 pelo Departamento Intersindical de Assessoria Parlamentar (Diap), formada por 100 parlamentares, entre senadores e deputados, mais destacados do Congresso Nacional no ano de 2015, os chamados "Cabeças" do Congresso Nacional.

Esta não é a primeira vez que o parlamentar maranhense aparece na lista dos 100 mais influentes do Congresso. Durante o mandato anterior, ele já integrava os rankings anuais, sendo agora, também, o único do Partido Verde a aparecer na lista, que inclui apenas os parlamentares que estavam no efetivo exercício do mandato no período de avaliação, correspondente ao período de fevereiro a julho deste ano.

Formulador

Na definição do Diap, os "Cabeças" são aqueles que conseguem se diferenciar dos demais pelo exercício de todas ou algumas das qualidades e habilidades de conduzir debates, negociações, votações, articulações e formulações, seja pelo saber, senso de oportunidade, eficiência na leitura da realidade, que é dinâmica, e, principalmente, facilidade para conceber ideias, constituir posições, elaborar propostas e projetá-las para o centro do debate, liderando sua repercussão e tomada de decisão.

Na lista, Sarney Filho aparece entre os 20 principais "formuladores" da Câmara dos Deputados, que são os parlamentares que se dedicam à elaboração de textos com propostas para deliberação.

Lava Jato

Em tempos de Operação Lava Jato, o Diap teve de incluir uma observação importante: a avaliação leva em consideração tão somente a influência dos parlamentares, logo, questões éticas e morais não são levadas em conta. “O fato de ser influente não significa, necessariamente, que utilize sua influência apenas para o bem”, diz o relatório.

Weverton Rocha é operador

Além dos 100 "Cabeças”, o Diap divulgou ainda levantamento incluindo outros parlamentares que, mesmo não fazendo parte do grupo dos 100 mais influentes, estão em plena ascensão, podendo, mantida a trajetória ascendente, estar futuramente na elite parlamentar, os chamados "operadores-chave" do processo legislativo. Pelo Maranhão, apenas o deputado federal Weverton Rocha (PDT) apareceu como operador no Congresso nacional, podendo ascender no próximo ano para a classificação de negociador.

Acesse e baixe a lista completa dos 100 Cabeças do Congresso Nacional.