Na contramão da mudança, Flávio Dino coopta Josimar e Gastão Vieira
Política

Na contramão da mudança, Flávio Dino coopta Josimar e Gastão Vieira

Após tomar PRB, PP, PTB, PR e DEM, governador tira PR e PROS de José Sarney e vira o novo Capo di tutti capi do Maranhão

Apesar de estar vivendo a mais grave descoberta de corrupção nos pouco mais de 1000 dias a frente do Palácio dos Leões, o governador Flávio Dino (PCdoB) decidiu caminhar na contração do discurso da mudança, que lhe garantiu a vitória nas urnas em 2014, e segue cooptando sarneystas históricos de carteirinha para se manter no poder.

Depois de tomar os partidos PRB, PP, PTB, PR e DEM das mãos do ex-senador José Sarney (PMDB-AP), Dino avançou — se é que se pode chamar isso de avanço! — e cooptou também o PR e o PROS, por meio de seus presidentes estaduais, respectivamente, Josimar Cunha Rodrigues e Gastão Vieira.

O primeiro é conhecido pela Polícia Federal e pelo Ministério da Transparência e Controladoria-Geral da União (CGU) como Moral da BR ou Josimar de Maranhãozinho, em alusão ao domínio que possui na região do Alto Turi e agora Munim, onde opera com as prefeituras por meio de suas empresas.

Já o segundo, embora, até então, tirando o obscuro envio de emendas parlamentares para obras não realizadas no município de Buriticupu, não esteja diretamente relacionado a algum caso de corrupção, sempre foi considerado o maior Jaboti político de todo o Maranhão.

Fora votos de cabresto ou possivelmente comprados, e dos minutinhos a mais na propaganda eleitoral de 2018, nenhum dois dois acrescenta algo a Flávio Dino, a não ser musculatura para o apelido do mais novo oligarca e governador do Maranhão: Capo di tutti capi.



Comentários 2

  1. Pingback: Atual7

  2. Pingback: Atual7

Comente esta reportagem