RM Distribuidora
Gaeco faz operação contra esquema de R$ 42 milhões em Governador Nunes Freire
Cotidiano

Batizada de Quarto Feliz, ação mirou ex e atual prefeito do município, além de pré-candidato a prefeito de Turilândia. Investigação aponta uso de empresas de fachada para desvios e corrupção

O Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas), do Ministério Público do Maranhão, cumpriu 29 mandados de busca de apreensão, nesta terça-feira 15, em operação que mirou suposto esquema em Governador Nunes Freire.

Batizada de Quarto Feliz, a ação é baseada em procedimento investigatório criminal que apura possíveis práticas de crimes de corrupção, organização criminosa, desvio e subtração de dinheiro público.

Entre os alvos estão o ex-prefeito de Governador Nunes Freire, Marcel Everton Dantas Silva, conhecido como Marcel Curió, e o irmão dele, Paulo Dantas Silva Neto, o Paulo Curió, pré-candidato a prefeito de Turilândia.

Josimar Alves de Oliveira, o Josimar da Serraria, atual prefeito de Governador Nunes Freire, também foi alvo das buscas, além de três vereadores e secretários municipais de Governador Nunes Freire, empresas e seus sócio-proprietários.

A investigação apura contratações suspeitas decorrentes de procedimentos licitatórios supostamente fraudulentos, firmadas entre a Prefeitura de Governador Nunes Freire e as empresas R F de Abreu Pereira EPP (RM Distribuidora), G. R. B. Nunes - Epp (Farma Régia) e L&F Comércio e Serviços Ltda.

Segundo o Ministério Público, todas são empresas de fachada, pois não possuíam lastro econômico e atividade comercial efetiva para firmar contratos com a gestão municipal, que ultrapassam R$ 42 milhões.

Os mandados de busca e apreensão foram cumpridos Governador Nunes Freire, Santa Helena, Turilândia, Zé Doca e em São Luís. A operação contou com o apoio de 27 equipes da Polícia Civil, compostas por delegados, investigadores e escrivães.