Assaltos a Ônibus
Assaltos a ônibus na capital superam estatísticas de anos anteriores
Maranhão

Números são relativos ao primeiro semestre de 2016, comparado ao mesmo período de 2014 e 2015

O Sindicato dos Rodoviários do Maranhão divulgou, nesta quarta-feira 6, a informação de que, nos últimos seis meses, 307 assaltos ocorreram nos coletivos que circulam pela Grande São Luís. Os dados são baseados em boletins de ocorrência registrados pelos motoristas e cobradores das empresas de ônibus.

No comparativo com o mesmo período em anos anteriores, as estatísticas de 2016 superam.

Em 2014, por exemplo, foram 265 ações criminosas do tipo. Já no ano passado, os índices foram ainda menores, 248 assaltos.

Somente nos 30 dias de junho último, 45 assaltos foram contabilizados.

As áreas com mais registros do último mês foram: Avenida Daniel de La Touche (nas proximidades do Shopping da Ilha) com 10 assaltos e Avenida Getulio Vargas com 04 ações criminosas do tipo. Nessa lista ainda aparecem as Avenidas dos Franceses, João Pessoa e General Artur Carvalho, além da Rua Oswaldo Cruz (Centro), com dois assaltos em cada uma dessas localidades.

Vale ressaltar que a quantidade de assalto aos coletivos pode ser ainda maior, já que os dados divulgados não representam com exatidão a realidade quanto a esse tipo de crime. Isso se dá em razão de que muitos assaltos não chegam ao conhecimento das autoridades de segurança, já que a maioria das empresas que atuam no transporte público não divulgam as ações sofridas.

Grande São Luís: Assaltos a ônibus em janeiro superam números de 2015 e 2014
Maranhão

Anel Viário, BR-135, Canto da Fabril e as avenidas Castelo Branco, Jerônimo de Albuquerque, Daniel de La Touche e dos Franceses estão entre as localidades preferidas dos assaltantes

Balanço divulgado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários no Estado do Maranhão (Sttrema), nesta quarta-feira 10, mostra que o número de assaltos praticados a coletivos no mês passado supera os números relativos ao mesmo período em 2015 e até em 2014, último ano de governo da peemedebista Roseana Sarney.

Locais de maior incidência de assaltos a coletivos na Grande São Luís em janeiro de 2016
Sttrema Rota do crime Locais de maior incidência de assaltos a coletivos na Grande São Luís em janeiro de 2016

De acordo com o relatório, de 1º a 31 de janeiro de 2016, foram registrados, oficialmente, 66 assaltos a ônibus que circulam pela Região Metropolitana São Luís, enquanto que, em janeiro de 2015 e de 2014, respectivamente, foram contabilizados 43 e 52 assaltos aos coletivos.

As estatísticas se baseiam no número de boletins de ocorrência registrados pelas empresas que fazem os serviço de transporte público da capital, relatando os assaltos sofridos. Segundo o Sttrema, porém, nem mesmo metade delas denuncia o crime, o que implica na possibilidade do número real de assaltos praticados na Grande Ilha ser ainda maior.

Entre as localidades com maior incidência de assaltos a ônibus neste último mês de janeiro, destaque para a Avenida Castelo Branco, no São Francisco; e o Anel Viário, na extensão da Avenida Vitorino Freire, onde ocorreram cinco ações criminosas em cada uma. Em seguida aparecem a BR-135, na altura da Vila Funil; e o Canto da Fabril, na Avenida Venceslau Braz, com quatro assaltos cada. Também estão nessa lista as Avenidas Jerônimo de Albuquerque, Daniel de La Touche e dos Franceses, como áreas preferidas dos assaltantes.

Apesar de, no comparativo com janeiro do ano passado e de 2014, as ações criminosas terem aumentado assustadoramente, em relação aos três últimos meses de 2015, já se observa uma redução nas estatísticas. Em outubro do ano passado foram registrados 110 assaltos; em novembro 81 e, em dezembro, 94 ações comandadas por assaltantes dentro dos coletivos.

Maranhão

Uma estudante de 19 anos foi baleada e morreu a caminho do hospital

Assaltante e passageira foram baleados
Biné Morais/O Estad Insegurança no Maranhão Assaltante e passageira foram baleados

Uma tentativa de assalto a ônibus na capital terminou em duas mortes, no início da noite desta quarta-feira (3), em um trecho da ponte São Francisco. Segundo informações da polícia, um passageiro reagiu e atirou no assaltante enquanto ele recolhia o dinheiro da cobradora.

O assaltante revidou e um dos tiros acabou atingindo a estudante identificada como Alexandrina Alves Rodrigues, de 19 anos. Ela foi encaminhada às pressas ao hospital Djalma Marques (Socorrão I), mas não resistiu aos ferimentos e morreu. O assaltante também morreu.

O passageiro que reagiu ao assalto, que ainda não foi identificado, teria fugido. Um grande engarrafamento se formou na área.

Ainda não se sabe de qual arma partiu o disparo que matou a estudante, mas testemunhas apontam que o homem que reagiu ao assalto tenha efetuado os dois disparos que alvejaram tanto o assaltante quanto a jovem.

Essa foi a segunda morte em decorrência de assalto a ônibus em São Luís em pouco mais de um mês. Em abril, um estudante foi baleado em um ônibus da linha Habitacional Turu que circulava pela Cohab.

No último sábado (30), um assaltante foi morto com um tiro na cabeça por um passageiro durante uma tentativa de assalto a coletivo, na Radional.

Secretário adjunto do governo Flávio Dino debocha da falta de segurança em ônibus
Política

Brincadeira de mau gosto foi feita pelo Twitter, onde Marco Aurélio mantém um perfil fake

Virou casa da mãe Joana.

Secretário adjunto de Marketing faz "brincadeira" sobre violência em ônibus, após morte de estudante em São Luís
Blog do Diego Emir Irresponsabilidade Secretário adjunto de Marketing faz "brincadeira" sobre violência em ônibus, após morte de estudante em São Luís

Poucas horas após a confirmação da morte do estudante Rondinely Ferreira da Costa, de 18 anos, baleado durante um assalto dentro de um ônibus no bairro da Cohab, em São Luís, o secretário adjunto de Marketing e Mídias Sociais do governo Flávio Dino, Marco Aurélio Pereira (de camisa salmão, na foto acima), usou um perfil fake que mantém no microblogging Twitter para debochar da falta de segurança nos ônibus, de responsabilidade da Polícia Militar do Maranhão.

- Tremei, assaltantes de ônibus. O Wolverine tá na área - debochou, anexando a imagem de um homem com características físicas semelhantes as do personagem dos quadrinhos X-Men.

Mesmo diante do clamor popular com a morte do estudante e pela rápida repercussão negativa, Marco Aurélio chegou a deletar o tweet, porém continuou a fazer piadas com o tema.

- Esta Revista é inocente - ironizou.

Pelo horário do tweet, às 8h26min desta terça-feira (5), o secretário adjunto de Marketing e Mídias Sociais pode ter feito a publicação de dentro do Palácio dos Leões, em um dos prédios anexos que abriga a Secretaria de Comunicação Social.

Brincadeira de mau gosto

Dados do Sindicato das Empresas de Transporte, em 2014, mostram que o responsável pelo Marketing do governo Dino brincou com algo sério.

Em 2014, foram registrados 477 assaltados a ônibus em São Luís. Já em 2015, até o momento, o número de assaltos na capital maranhense já chega a 209, sendo 67 ônibus só no mês de abril, o equivalente a dois assaltos por dia.