Francisco Chaguinhas
“Edivaldo foi uma bomba atômica que caiu em São Luís”, dispara Chaguinhas
Política

Vereador disse lamentar o fato do prefeito de São Luís ter priorizado a entrega de praças e abandonado a reforma e construção de escolas

O vereador Francisco Chaguinhas utilizou a tribuna da Câmara Municipal de São Luis para questionar e lamentar vários atos irresponsáveis cometidos pela administração do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT). Segundo Chaguinhas, “o prefeito insiste em colocar propagandas enganosas que não condiz com a realidade”.

“A situação a cada dia se complica. Vimos uma São Luis totalmente diferente nas propagandas da atual administração. Propagandas sofisticadas, tentando maquiar a cidade em diversos pontos. Isso é uma afronta ao nosso povo. Edivaldo foi uma bomba atômica que caiu em São Luís”, disse.

O progressista lamentou a postura de Edivaldo Júnior em não priorizar a educação, citando como exemplo a não construção de escolas e das creches, que foram prometidas pelo pedetista durante a campanha eleitoral passada, em 2012.

Para Chaguinhas, na gestão do pedetista, a entrega de praças foram mais importantes do que a reforma nas escolas.

“Não sou contra a construção das praças na cidade, mas o que vemos hoje é a inversão de prioridade. O prefeito só se preocupou com a criação de praças e o mais importante, que é a educação, ele simplesmente ignorou. Há verbas para ser aplicadas, mas lamentavelmente não é utilizada da forma correta”, disparou.

Fazendo o balanço dos três anos e seis da gestão de Edivaldo Junior, o parlamentar também falou do tratamento do Poder Executivo municipal em não estabelecer o diálogo como ponto de convergência. Para Chaguinhas, o prefeito trocou o diálogo por conveniência. Ele disse ainda que há retaliação aos vereadores que defendem a população dos maus tratos do executivo.

“O prefeito Edivaldo durantes esses anos tem mostrado que nunca esteve preparado para assumir o cargo. E agora estamos vendo o retrato de uma péssima administração. O diálogo foi trocado por conveniência e pela retaliação aos que defendem o povo. Nesses  anos, a Câmara serviu de Vovó Mafalda para o prefeito, pois sempre estivemos à disposição de contribuir para aquilo que é de interesse da população. Mas lamentavelmente o gestor se perdeu e se deixou levar por pessoas que não têm compromisso nenhum com os cidadãos”, finalizou.

“Edivaldo comete um golpe de marketing”, dispara Chaguinhas
Política

Segundo vereador, prefeito de São Luís estaria deixando de aplicar recursos recebidos pelo governo federal para a saúde

Em entrevista a TV Guará, o vereador Francisco Chaguinhas (PP) denunciou sérios problemas que a população de São Luis enfrenta ao buscar por atendimento nas unidaded pertencentes à rede municipal pública de saúde na gestão do prefeito Edivaldo Holanda Júnior (PDT). Segundo Chaguinhas, as unidades não estão atendendo os anseios da população, ocasionando a morte diária de pessoas pela falta da atenção devida.

Ele também denunciou a falta de aplicabilidade dos recursos enviados pelo governo federal para o setor.

“A gestão está perdida. Estamos vendo a falta de respeito da gestão municipal para com o nosso povo. Hoje os hospitais estão sem medicamentos. Pessoas estão sendo mandadas embora sem ter uma avaliação clínica. (...) Enfim, a saúde do nosso município está na UTI, e a prefeitura recebe altos recursos destinados para a saúde, mas lamentavelmente nada faz", disse.

Para Chaguinhas, Edivaldo Júnior comete um golpe de marketing ao divulgar, sob dispêndio de dinheiro público, que não há superlotação nos corredores dos Socorrões I e II, como tem sido mostrado nas propagandas de rádio, TV, internet e impresso da gestão pedetista.

“O prefeito Edivaldo comete um golpe de marketing, desrespeitando a população de São Luis ao tentar enganar o povo. Em sua propaganda, o mesmo afirma que não há mais lotação no Socorrão, o que é totalmente o contrário. O Socorrão continua lotado. Isso mostra o despreparo e a falta de responsabilidade que essa gestão tem, em não oferecer ao povo uma política séria e eficaz na saúde pública municipal", disparou.

Casa da Família: Projeto garante inclusão em bairros de São Luís
Maranhão

Espaço idealizado e mantido pelo vereador Chaguinhas beneficia crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos

O deputado estadual Wellington do Curso (PP) utilizou a tribuna, na quarta-feira 11, para parabenizar o projeto social Casa da Família, idealizado e mantido pelo vereador Francisco Chaguinhas (PP), e que tem como objetivo garantir a inclusão social, propiciando o lazer e atividade física aos moradores. O pronunciamento do deputado Wellington é um registro de visita feita por ele, que o permitiu conhecer de perto a eficácia do projeto.

Para Wellington, a Casa da Família é a comprovação de que é possível sim a articulação de ações que garantem a inclusão, principalmente, dos mais humildes.

“A Casa da Família, ao permitir que pessoas de diversas idades pratiquem atividades físicas, por exemplo, nos faz ter a certeza de que é possível sim promover ações que garantem a efetividade de direitos como o lazer e a saúde. Ao conhecer de perto, percebemos que o público é diverso: encontramos crianças, adolescentes, idosos, evidenciando assim que a população quer praticar exercício físico, falta apenas o local apropriado.”, afirmou.

Espaço idealizado e mantido por Chaguinhas beneficia crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos
Divulgação Casa da Família Espaço idealizado e mantido por Chaguinhas beneficia crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos

Ainda sobre a Casa da Família, o deputado parabenizou a iniciativa do vereador Chaguinhas e ressaltou que ações como essa devem ser enfatizadas e contempladas por políticas públicas.

“Não há como apontar pontos negativos em um projeto que tem feito tão bem às pessoas, principalmente às carentes. Essa é uma iniciativa que deve nortear e servir de exemplo para outras ações em nossa capital. A alegria expressa no sorriso das crianças, de adolescentes e dos idosos nos faz perceber que é possível sim o cumprimento do direito ao lazer e, também, de outras garantias sociais”, afirmou.

Ao receber a congratulação, o vereador Chaguinhas declarou o seu objetivo com o projeto.

“Nós procuramos fazer aquilo que está ao nosso alcance, direcionando mais dignidade ao nosso povo. Esse projeto beneficia pessoas de todas as partes de São Luís. Para nós, é bom saber que ideias como essa têm um grande alcance social e que sua amplitude seria bem maior caso fossem contempladas por políticas públicas”.

Entenda o que é Casa da Família

É um espaço criado para beneficiar crianças, adolescentes, jovens, adultos e idosos. Atualmente, possui postos em determinados bairros de São Luís como, por exemplo, São Raimundo e Ipem São Cristóvão. Nos locais, várias pessoas participam de aulas gratuitas de dança, aeróbica e ginástica. Para participar do projeto, o morador precisa apenas ter vontade e fazer a avaliação física com o profissional da Casa da Família.

Novo PP: Chaguinhas fecha apoio a Wellington do Curso
Política

Manoel Rêgo também deve declarar apoio ao pré-candidato a prefeito do PP. Partido vive novo momento e terá participação efetiva na disputa eleitoral da capital

O vereador Francisco Chaguinhas fechou apoio a pré-candidatura a prefeito do deputado estadual Wellington do Curso, ambos do Partido Progressista, na corrida pela prefeitura de São Luís em outubro próximo. O anúncio foi feito na sexta-feita 29, durante o programa Câmara em Destaque, transmitido pela rádio Difusora AM.

A mudança de posicionamento de Chaguinhas acontece simultânea à apresentação do novo PP no Maranhão, sob presidência estadual do deputado federal André Fufuca, que também é Coordenador da Bancada Maranhense no Congresso. Até a metade da semana passada, o vereador estava fechado com a deputada federal Eliziane Gama (PPS-MA).

Ao declarar apoio a Wellington, Chaguinhas disse ser um soldado do partido e que, como a legenda possui um candidato forte e competitivo, não há como marchar mais com a pré-candidatura da deputada federal.

Nos bastidores, é certo que o vereador Manoel Rêgo também passe a apoiar o pré-candidato a prefeito do PP, em consonância com o novo momento do partido, que terá participação efetiva na disputa eleitoral da capital.