Othelino Neto
Governador em exercício, Othelino recebe deputados no Palácio dos Leões
Política

Presidente da Alema está no comando do Estado por conta de viagem de Flávio Dino para Londres e licença de Carlos Brandão do cargo

O governador em exercício do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), recebeu parlamentares da base governista e da oposição, na manhã desta quinta-feira 16, em agenda institucional no Palácio dos Leões. Ele assumiu o comando do Estado, interinamente, em razão de viagem do governador Flávio Dino (PCdoB) para Londres, Inglaterra, e de licença do cargo tirada pelo vice-governador Carlos Brandão (PRB), para tratar de assuntos pessoais.

Durante o encontro, os deputados elogiaram o sentido de unidade na relação entre o Poder Legislativo e o Governo do Maranhão.

“Fico muito grato com a presença de todos os deputados, independente da preferência partidária de cada um. É um momento importante para mim e para o Maranhão”, declarou Othelino, completando: “E quem ganha com essa harmonia, inclusive determinada pela nossa Constituição Federal, é a sociedade, que é quem recebe os benefícios de quando os poderes funcionam de forma harmônica”.

O deputado César Pires (PV), que é da oposição, destacou o trabalho de Othelino para fortalecer a relação e a unidade entre os Poderes

“Nós hoje temos um cenário de unidade entre a oposição e a situação. Unidade não é um aglomerado de deputados lutando por interesses. Unidade é isto: onde não há diferença entre os parlamentares que são e os que não são apoiadores do governo. Isso é possível graças a forma como o deputado Othelino Neto trata a todos”, destacou Pires.

Para o chefe da Casa Civil, Marcelo Tavares, o momento de diálogo com os deputados é importante para a garantia constitucional e fortalecimento da representação popular.

“O deputado Othelino está no exercício do cargo de governador porque foi eleito pelo povo para o exercício do mandato e eleito pelos pares para presidir a Assembleia Legislativa. Por isso, assume de forma legítima. Essa unidade mostra a proximidade entre os poderes executivo e legislativo. O Legislativo nos ajuda a governar, levando sempre em consideração o interesse público”, disse.

Othelino Neto ficará no cargo até o sábado 18, quando Brandão assume o governo, também interinamente, até o domingo 19. Flávio Dino reassume o governo na segunda-feira 20.

Brandão e Othelino assumem interinamente o Governo do Maranhão
Política

Flávio Dino se ausentará do País de 15 a 19 de maio, para palestrar no Brazil Fórum UK, em Londres. Vice se licenciará do cargo por dois dias, para tratar de interesses particulares

O governador Flávio Dino (PCdoB) se ausentará do País, a partir desta quarta-feira 15 até o próximo domingo 19, para cumprir agenda em Londres, Inglaterra. Ele participará como palestrante da Escola de Economia e Ciência Política, no Brazil Fórum UK.

Durante o período assumirá o comando do Palácio dos Leões, interinamente, o vice-governador, Carlos Brandão (PRB), e o presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Othelino Neto (PCdoB),

Ocorre que, nesta terça-feira 14, Brandão comunicou à Alema que se licenciará do cargo entre os dias 16 e 17, para tratar de assuntos de interesses particulares, sem remuneração.

Em razão da movimentação, Othelino assume o governo estadual, interinamente, pelo período.

A partir do dia 18, o comando do Estado passa a ser novamente exercido, interinamente, por Brandão, que permanecerá na chefia do Palácio dos Leões até o retorno de Flávio Dino ao Brasil, conforme previsto no art. 59 da Constituição do Estado.

Othelino Neto é reeleito para presidir Alema no biênio 2021/2022
Política

Antecipação da eleição aconteceu nesta segunda-feira 6. Apenas um deputado faltou à sessão extraordinária

Em sessão extraordinária realizada na manhã desta segunda-feira 6, o presidente Othelino Neto (PCdoB) foi reeleito, por unanimidade, para presidir a Assembleia Legislativa do Maranhão no biênio 2021/2022, da 19ª Legislatura, que se inicia em 1º de fevereiro de 2021.

A nova Mesa Diretora, inscrita em chapa única, intitulada "Igualdade e Democracia", foi eleita com o voto de 41 dos 42 deputados. Houve apenas uma ausência: a do deputado Hélio Soares (PR). A sessão de eleição da nova Mesa Diretora foi presidida pelo deputado Roberto Costa (MDB).

Todos os 41 deputados presentes no Plenário participaram da votação, em chapa única. A sessão extraordinária contou, também, com a presença dos deputados federais Juscelino Filho (DEM) e Gil Cutrim (PDT); dos secretários estaduais Marcelo Tavares (Casa Civil) e Rodrigo Lago (Comunicação Social e Assuntos Políticos); e do conselheiro Edmar Cutrim, do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

A Mesa Diretora para o biênio 2021/2022, encabeçada pelo deputado Othelino Neto (PCdoB), foi anunciada com a seguinte composição:

Presidente Othelino Neto (PCdoB);
1°Vice-presidente Glalbert Cutrim (PDT);
2º vice-presidente Detinha (PR);
3º vice-presidente Rildo Amaral (Solidariedade);
4º vice-presidente - César Pires (PV);
1ª Secretaria - Andreia Rezende (DEM);
2ª Secretaria - Cleide Coutinho (PDT);
3º Secretaria - Pará Figueiredo (PSL);
4ª Secretária - Paulo Neto (DEM)

Após a proclamação do resultado, Othelino Neto ocupou a tribuna e reafirmou o compromisso de manter a autonomia e a independência do Poder Legislativo, em harmonia com os demais Poderes. Ele salientou que a eleição da nova Mesa Diretora foi fruto de conversas, de debates e de entendimento.

“Foi opinião predominante nesta Casa de que este era o melhor momento de fazer a eleição. E, assim, fizemos, e o resultado da eleição, que acabamos de ter, demonstra este espírito de unidade, respeitando as diferenças, a diversidade. Esse é, sem dúvida, o maior segredo para que a Assembleia continue dando uma grande contribuição para o Maranhão”, ressaltou Othelino Neto.

Deputados aprovam antecipação da eleição para Mesa Diretora da Alema
Política

Atual presidente da Casa, Othelino Neto deve garantir fácil recondução ao cargo

O Plenário da Assembleia Legislativa do Maranhão aprovou, nesta quinta-feira 2, em segundo turno, a antecipação da eleição da Mesa Diretora da Casa, para o segundo biênio 2021/2022.

A aprovação em primeiro turno havia sido votada no início desta semana.
De autoria do deputado Neto Evangelista (DEM), a proposta altera a redação do artigo 7º do Regimento Interno da Alema.

Com a alteração, o deputado Othelino Neto (PCdoB), que comanda a Alema e soube costurar apoio unânime tanto dos parlamentares governistas quanto de oposição, deve garantir a fácil recondução ao cargo.

Também deve permanecer na 1º vice-presidente o deputado Glalbert Cutrim (PDT). Os demais cargos ainda serão negociados, ao longo dos próximos dias.

A expectativa agora é que, com a formação da Mesa Diretora acertada, Othelino Neto convoque a eleição ainda no primeiro semestre deste ano.

Othelino desmente Duarte sobre custos ao Estado com viagem para Harvard
Política

Presidente da Alema confirmou que houve reembolso de diárias. Ex-presidente do Procon-MA mentiu durante palestra sobre educação e democracia

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, Othelino Neto (PCdoB), desmentiu o deputado neófito Duarte Júnior (PCdoB) sobre os gastos gerados ao erário com uma viagem para participação num evento em Harvard, Boston (EUA).

Em palestra no sábado 25 sobre “educação e democracia em tempos de crise”, durante o XI Congresso Nacional de Direito, o ex-presidente do Procon-MA garantiu aos participantes que não houve custos ao Estado com a ida dele à Harvard. A informação falsa, porém, que já havia sido confrontada pelo ATUAL7, foi também contestada por Othelino Neto.

Segundo confirmado ao ATUAL7 pelo chefe do Poder Legislativo estadual, Duarte Júnior recebeu diárias da Casa para participar do evento nos EUA, na condição de deputado estadual. Embora comprove que o ex-presidente do Procon-MA mentiu durante a palestra – e também em live pelo Facebook do jornal O Imparcial, o uso da regalia é garantido por lei.

“O recebimento das diárias pelo deputado Duarte foi legal”, esclareceu Othelino Neto.

De acordo com o Portal da Transparência, a pedido de Duarte Júnior, a Alema o reembolsou em R$ 4 mil. Em tese, ele pode ser alvo de representação na Comissão de Ética da Assembleia Legislativa e ter o mandato cassado, por quebra de decoro parlamentar.

Procurado pelo ATUAL7 logo após o uso da fake news para atacar a imprensa, o deputado não retornou a solicitação de nota, não atendeu ou binou as diversas tentativas de contato por telefone.

Alema não conclui licitação e Unihosp ganha novo contrato emergencial
Política

Empresa vem se mantendo na Casa sem passar por processo licitatório. É o terceiro contrato que o farmacêutico Elie Georges Hachem leva para a mesma prestação de serviços

A Assembleia Legislativa do Maranhão (Alema) não conseguiu concluir o processo licitatório para a contratação de empresa para a prestação de serviços de plano de saúde e assistência médico-hospitalar e ambulatorial aos servidores da Casa, e fechou um novo contrato emergencial milionário com a Unihosp Serviços de Saúde Eireli.

É o terceiro acordo sem licitação seguido celebrado entre o presidente da Alema, deputado Othelino Neto (PCdoB), e o sócio da Unihosp, o farmacêutico Elie Georges Hachem. Os anteriores já haviam sido mostrados pelo ATUAL7.

O novo contrato foi assinado no mês passado, ao custo estimado de R$ 1.752.000,00 aos cofres públicos, por mais 180 dias de vigência. O valor é o mesmo do primeiro contrato emergencial, de fevereiro do ano passado, e maior que o anterior, de agosto, de 1.460.000,00.

Segundo dados do Portal da Transparência da Assembleia Legislativa, o processo licitatório que deveria ter sido concluído no ano passado acabou sendo adiado após diversos pedidos de esclarecimento e impugnação, inclusive com falhas da Unihosp no envio de respostas solicitadas.

O novo pregão presencial, previsto para ter sido realizado na semana passada, já enfrenta impugnação de uma das empresas participantes do certame.

Reeleito presidente, Othelino vai administrar R$ 401 milhões da Alema em 2019
Política

O ATUAL7 lançará ferramenta para acompanhar os gastos com folha de pagamento e atividades parlamentares

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB), aclamado pelos colegas de parlamento, na última sexta-feira 1º, para continuar na presidência da Assembleia Legislativa do Maranhão pelo biênio 2019-2020, vai administrar um orçamento de R$ 401 milhões este ano.

O valor está estimado na Lei Orçamentária Anual (LOA) 2019, cujo projeto foi aprovado pela Casa e sancionado pelo governador Flávio Dino (PCdoB) em dezembro do ano passado.

Em comparação com a LOA de 2018, o montante subiu em mais de R$ 18 milhões, mantendo a tendência de aumento de despesas do Palácio Manuel Beckman a cada legislatura.

Como e com o que será gasto o dinheiro do orçamento para este ano, principalmente no custeio da folha de pagamento e das atividades dos deputados, serão acompanhados pelo ATUAL7, por meio do Portal da Transparência da Alema — que, segundo nova avaliação do Tribunal de Contas do Estado (TCE), cumpre as regras de transparência.

Uma página especial, para o novo layout do ATUAL7, que deve ir ao ar até a segunda quinzena de março próximo, está sendo desenvolvida.

Nela será possível consultar, dentre outras coisas, de maneira mais acessível do que o site o oficial da Assembleia Legislativa, os valores gastos com passagens, combustível, aluguel de carros, hospedagem e outras despesas relativas ao mandato de todos os 42 parlamentares.

Othelino Neto é reeleito presidente da Alema por aclamação
Política

Comunista defendeu a continuidade do diálogo e respeito às diferenças

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) foi reeleito, nesta sexta-feira 1º, para a presidência da Assembleia Legislativa do Maranhão, para o biênio 2019-2020. Aliado do governador Flávio Dino (PCdoB), ele foi aclamado pelos 42 parlamentares da Casa, logo após a solenidade de posse dos diplomados.

Formado em Economia e Jornalismo, com pós-graduação em Marketing Político, o parlamentar comunista foi reeleito em outubro de 2018, com 60.386 votos, sendo o quinto candidato mais votado do Maranhão. Ele já comandava a Casa desde janeiro do ano passado, após o o falecimento de Humberto Coutinho, então presidente do Legislativo estadual.

Após ser reeleito, Othelino defendeu a continuidade do diálogo e respeito às diferenças. “Diálogo e respeito às diferenças continuarão sendo nossa máxima na condução desta Casa. Sempre dialogando, respeitando as diferenças e compreendendo que essa Casa é plural. Seria ruim se fossem 42 iguais dentro da Assembleia Legislativa. O que torna o Poder Legislativo essencial para a sociedade são essas diferenças. A forma democrática como nós convivemos aqui justifica o apoio unânime que recebemos”, afirmou.

O presidente disse, ainda, que é motivo de alegria e orgulho ter, pela primeira vez na história da Assembleia Legislativa, uma Mesa Diretora constituída, em sua maioria, por mulheres. “Dos nove membros, cinco são mulheres. Isso é razão de muita alegria para todos nós, pois temos uma representação feminina cada vez maior”, finalizou.

A nova Mesa Diretora ficou assim composta:

Presidente: Othelino Neto (PCdoB)
1º vice-presidente: Glalbert Cutrim (PDT)
2ª vice-presidente: Detinha (PR)
3ª vice-presidente: Thaíza Hortegal (PP)
4º vice-presidente: Roberto Costa (MDB)
1ª secretária: Andreia Rezende (DEM)
2ª secretária: Cleide Coutinho (PDT)
3º secretário: Pará Figueiredo (PSL)
4º secretário: Daniella Tema (DEM)

Othelino já tem o voto de 38 deputados para a Presidência da AL/MA
Política

Apenas Marcelo Tavares, Felipe dos Pneus e Arnaldo Melo ainda não declaram apoio. O primeiro por birra e os dois últimos por ainda não haverem tratado pessoalmente sobre a questão

O deputado estadual reeleito Othelino Neto (PCdoB) já conta com 38 votos — 11 a mais do que já havia conquistado na semana passada — para ser reconduzido à Presidência da Assembleia Legislativa do Maranhão, para o biênio 2019/2020. Ao todo, a Casa conta com o total de 42 parlamentares.

Segundo levantamento feito pelo ATUAL7 junto aos apoiadores de Othelino, não declararam o voto ainda apenas os deputados Marcelo Tavares (PSB), Felipe dos Pneus (PRTB) e Arnaldo Melo (MDB). O primeiro assim permanece por pura birra, pois, na falta de cacife e habilidade política, devaneava que seria ungido pelo Palácio dos Leões para o posto. Os dois últimos por ainda não haverem tratado sobre o assunto pessoalmente com Othelino.

A eleição para a nova composição da Mesa Diretora ocorre em fevereiro próximo, logo após a posse dos novos deputados.

A adesão esmagadora dos parlamentares da Assembleia Legislativa ao nome de Othelino tem sido abertamente explicada, inclusive, por deputados de oposição ao governo de Flávio Dino (PCdoB).

Segundo um dos mais ferrenhos, Wellington do Curso (PSDB), embora governista e do mesmo partido de Dino, Othelino Neto tem conduzido o Parlamento estadual com maturidade e respeito. “O presidente Othelino nunca chamou a atenção da oposição, nem mesmo de forma velada. Nunca nos fez qualquer cobrança, sempre deixando a oposição à vontade nesta Casa, para realizar o seu trabalho”, defendeu.

Além do equilíbrio reconhecido pelas bancadas governistas e de oposição, ele conta também com o cenário produzido pela própria população nas urnas. Na eleição do último dia 7, Othelino  Neto conquistou quase o dobro da votação da eleição passada, confirmando sua consolidação como uma das principais lideranças do Maranhão.

27 deputados já fecharam com Othelino Neto para a Presidência da AL-MA
Política

Deputado caminha para ser ser reconduzindo ao cargo por aclamação ou maioria esmagadora. Único adversário na disputa, Marcelo Tavares tem apenas o próprio voto

O deputado estadual Othelino Neto (PCdoB) caminha para ser reconduzido para a Presidência da Assembleia Legislativa do Maranhão.

Desde a noite do último domingo 7, quando foi reeleito para mais quatro anos de mandato na Casa, Othelino vem avançando sem dificuldades nas articulações. Até o início da tarde desta quinta-feira 11, ele já contava com o apoio confirmado de 27 dos 42 deputados eleitos.

Já fecharam com ele: Marco Aurélio, Ana do Gás, Carlinhos Florêncio, Duarte Júnior, Adelmo Soares, Antônio Pereira, Wellington do Curso, Fábio Macedo, Ricardo Rios, Rafael Leitoa, Glalbert Cutrim, Pastor Cavalcante, Adriano Sarney, Thaíza Hortegal, Zé Inácio, Daniella Tema, Detinha, Vinícius Louro, Hélio Soares, Fernando Pessoa, Helena Duailibe, Rildo Amaral, Ciro Neto, Andreia Rezende, César Pires, Yglésio Moisés e Leonardo Sá.

Além destes, outros 14 parlamentares já estão em conversa avançada com Othelino, e também devem aderir à sua permanência no comando do Palácio Manuel Beckman.

No bastidor, a expectativa é que ele seja reconduzido à Presidência por aclamação ou por maioria esmagadora, caso o único outro postulante ao posto, o deputado eleito Marcelo Tavares (PSB), que até o momento marcha apenas com o próprio voto, permaneça até o final na disputa.

Dispensa de licitação na AL/MA rende R$ 3,2 milhões em contratos para Unihosp
Política

Parecer jurídico alega incerteza se a realização de procedimento licitatório não sofrerá impugnação ou outro agravo. Othelino Neto e Elie Georges Hachem seriam amigos

Sob a alegação de preocupação com os servidores e a segurança de um parecer jurídico que aduz não ter certeza se a correta realização de um procedimento licitatório não sofrerá impugnação ou outro agravo, a Assembleia Legislativa do Maranhão já celebrou pelo menos dois contratos emergenciais com a empresa Unihosp Serviços de Saúde Ltda.

Os contratos foram celebrados em fevereiro e agosto deste ano, entre o presidente da Casa, deputado Othelino Neto (PCdoB), e o diretor-presidente da prestadora de serviços, Elie Georges Hachem, respectivamente, aos valores de R$ 1.752.000,00 e 1.460.000,00 - baixe a cópia do primeiro e do segundo contrato.

Pela legislação, a contratação pode ser enquadrada como ilícita, e os envolvidos em ato de improbidade administrativa, por ferir a lei n.º 8.666/93, a chamada Lei de Licitações. Othelino e Elie, inclusive, seriam amigos.

Há a promessa, por parte do Palácio Manuel Beckman, de que uma licitação prometida para sair desde outubro do ano passado, finalmente seja concluída ainda este ano.

Até lá, a Unihosp segue faturando.

AL-MA avança em transparência e realizará primeiro pregão eletrônico
Política

Iniciava marca gestão de Othelino Neto na Presidência da Casa. Processo deve ser realizado nesta terça-feira 8, tendo como objeto a compra de material de informática

A Assembleia Legislativa do Maranhão realizará, pela primeira vez em sua história, a modalidade licitatória de contratação de bens e serviços comuns por meio da internet, o chamado pregão eletrônico.

A iniciativa marca um dos maiores avanços da gestão do deputado Othelino Neto (PCdoB) na Presidência da Casa, pois vai permitir que o Palácio Manuel Beckman tenha mais transparência, agilidade, eficiência e economia em seus processos licitatórios.

Pela  modalidade, as licitações abrangem todo o território nacional, em que as propostas e lances são apresentados por meios eletrônicos, sem que haja contato presencial entre pregoeiro e licitantes. Durante o processo, os participantes se reúnem em uma sessão pública, também pela internet, e apresentam propostas e lances.

Ao final, é realizada a classificação e habilitação.

De acordo com a Comunicação da AL-MA, o primeiro pregão eletrônico da Assembleia Legislativa maranhense deve ser realizado nesta terça-feira 8, tendo como objeto a compra de material de informática.

Assembleia Legislativa do MA extingue auxílio-moradia dos deputados
Política

Decreto legislativo revoga o benefício concedido em 2014 pelo então presidente da Casa, Arnaldo Melo.

Em meio a discussão sobre a moralidade dos penduricalhos para membros do Ministério Público e magistrados estaduais e federais de todo o país, o Diário Oficial da Assembleia Legislativa traz publicado, na edição dessa quinta-feira 22, projeto de decreto legislativo do presidente da Casa, deputado Othelino Neto (PCdoB), que extingue o auxílio-moradia dos parlamentares estaduais. A informação é da revista Maranhão Hoje.

O decreto revoga o benefício que foi concedido em 2014, pelo então presidente da Assembleia, Arnaldo Melo.

De acordo com a reportagem, o auxílio-moradia dos parlamentares havia sido extinto em 2013. No ano seguinte, porém, quando eram fortes os indicativos de que Melo seria eleito, indiretamente, governador, para sucessão de Roseana Sarney, que seria candidata ao Senado, o penduricalho voltou a ser concedido.

À época, Arnaldo Melo beneficiou os deputados não apenas com a volta do auxílio-moradia, mas ainda aumentou as demais gratificações: verba indenizatória de exercício parlamentar, de R$ 16,2 mil para R$ 17,5 mil; e a ajuda de gabinete, de R$ 19,4 mil para R$ 20,9 mil.

O auxílio-moradia foi fixado em R$ 2.850, apesar da quase totalidade do parlamento ter imóvel na capital.

Além de Othelino, assinam o decreto legislativo, como membros da Mesa Diretora, os deputados Fábio Macedo (primeiro vice), Josimar do Maranhãozinho (segundo vice), Adriano Sarney (terceiro vice), Levi Pontes (quarto vice), Stênio Rezendo (primeiro secretário), Zé Inácio (terceiro secretário) e Nina Melo (quarta secretária).

Othelino convoca eleição para a 4º vice-Presidência da Mesa Diretora
Política

Concorre à vaga apenas o deputado Levi Pontes. Cabo Campos e Paulo Neto ensaiaram candidatura, mas retiraram por ordem do Palácio dos Leões

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), anunciou, na sessão desta terça-feira 6, a convocação da eleição para preencher a 4ª vice-Presidência da Mesa Diretora da Casa, com a publicação da Resolução Administrativa sobre o assunto.

Segundo Othelino, a escolha deve acontecer já nesta quinta-feira 8.

Concorriam à vaga, até semana passada, os deputados Levi Pontes (PCdoB), Cabo Campos (DEM) e Paulo Neto (PSDC). Por ordem do Palácio dos Leões, porém, os dois últimos saíram da disputa e fecharam apoio a Pontes.

Por conta da morte do deputado Humberto Coutinho , Othelino Neto, que era 1º vice-presidente, foi efetivado no cargo de presidente; e os demais vice-presidentes subiram um posto, deixando vaga a 4ª Vice-Presidência.

Othelino Neto profissionaliza a articulação política de Flávio Dino
Política

Presidente da Assembleia Legislativa deu demostração de força e destreza e reuniu 12 presidentes e representantes de partidos que apoiarão a reeleição do governador

O presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Othelino Neto (PCdoB), deu demonstração de força e destreza política e reuniu 12 presidentes e representares de partidos que apoiarão a reeleição do governador Flávio Dino (PCdoB) em outubro próximo. É a primeira vez, desde 2015, que um encontro dessa magnitude conseguiu ser realizado.

Em todo o Maranhão, o encontrão repercutiu como uma profissionalização da articulação política de Dino, que vem sendo feita a foice e martelo pelo presidente estadual do PCdoB no Maranhão, e chefe da pasta que deveria executar essa função, Márcio Jerry Barroso.

Dentre os convidados, estiveram presentes os deputados federais André Fufuca (PP), Juscelino Filho (DEM), Pedro Fernandes (PTB) e Eliziane Gama (PPS); os deputados estaduais Josimar de Maranhãozinho (PR), Stênio Rezende (DEM), Bira do Pindaré (PSB), Rafael Leitoa (PDT) e Edivaldo Holanda (PTC); e os secretários estadual Simplício Araújo (Solidariedade) e do próprio Márcio Jerry (PCdoB); além do ex-ministro do Turismo Gastão Vieira (PROS), do prefeito de Igarapé Grande Erlânio Xavier (PDT), e de Augusto Lobato (PT).

Apenas representantes do PEN e do PRB não compareceram, mas justificaram a ausência.

Na reunião, Othelino disse que tomou a iniciativa de organizar o encontro com o objetivo de ampliar o diálogo sobre o projeto eleitoral de reeleição do governador do Maranhão, com a participação de todos os partidos da base.

“Esse debate tem como foco a reeleição do governador Flávio Dino com o apoio de uma frente partidária plural. Estamos fortalecendo, ainda mais, o grupo, traçando estratégias e discutindo um projeto coletivo para as eleições deste ano”, enfatizou.

Todos os presidentes e representantes partidários reiteraram empenho para a reeleição de Dino.

Assembleia oficializará condução de Othelino à Presidência na quinta-feira
Política

Morte de Humberto Coutinho abre vacância. Vaga será ocupada de forma definitiva, por ordem de sucessão natural, pelo 1º vice-presidente

A Assembleia Legislativa do Maranhão realizará, na próxima quinta-feira 4, a partir das 10 horas, um procedimento administrativo para oficializar a condução do deputado Othelino Neto (PCdoB) ao cargo de presidente da Casa.

Conforme antecipado pelo ATUAL7 mais cedo, com a morte do deputado Humberto Coutinho (PDT), o cargo de presidente abre vacância e será ocupado, de forma definitiva, por ordem de sucessão natural, pelo 1º vice-presidente.

De acordo com o regimento interno, em seu artigo décimo, declarado vago o cargo na Mesa Diretora, a sucessão dar-se-á da seguinte forma: “I – Para o cargo de Presidente pelo 1º Vice-Presidente e para este e os demais obedecidos na ordem de sua sequência, realizando-se a eleição para os que restarem vagos, no prazo de até cinco sessões ordinárias, obedecidas as regras do Art. 8 deste Regimento Interno; II – Para o cargo de Secretário, aplica-se a regra de sucessão prevista no inciso anterior, no prazo de até cinco sessões, nos termos do Art. 8 do Regimento Interno”.

Com o remanejamento dos cargos, a composição da Mesa será feita da seguinte forma: Fábio Macedo (PDT), primeiro vice-presidente; Josimar de Maranhãozinho (PR), segundo vice-presidente; Adriano Sarney (PV), terceiro vice-presidente; Ricardo Rios (PEN), primeiro secretário; Stênio Rezende (DEM), segundo secretário; Zé Inácio (PT), terceiro secretário; e Nina Melo (PMDB), quarta secretária.

O cargo de quarto vice-presidente ficará vago, aguardando nova eleição que deverá ocorrer no prazo de até cinco sessões ordinárias.

Othelino efetiva-se presidente, Leitoa vira titular e Furtado volta como suplente
Política

Morte de Humberto Coutinho provoca pelo menos quatro modificações na configuração do Parlamento estadual

A morte do presidente da Assembleia Legislativa do Maranhão, deputado Humberto Coutinho (PDT), ocorrida na noite dessa segunda-feira 1º, provoca pelo menos quatro modificações na configuração do Parlamento estadual, que devem ser oficialmente efetivadas na retomada dos trabalhos na Casa, em fevereiro próximo.

As duas primeiras serão no comando e na 4º-vice da Mesa Diretora, e as outras duas relacionadas às vagas de deputado titular e suplente.

Como um projeto de resolução, de autoria do deputado Roberto Costa (MDB), aprovado pelos parlamentares no final do ano passado, determina que, em caso de vacância do cargo de presidente, assume definitivamente o 1º vice-presidente, sem necessidade de nova eleição, com a morte de Coutinho, assume o posto o 1º-vice, deputado Othelino Neto (PCdoB) — que já estava em exercício na Presidência desde a piora de saúde do pedetista.

Em razão da ascensão do comunista, toda a estrutura da Mesa também sobe automaticamente, até chegar ao cargo do 4º-vice-presidente, único para onde deverá haver nova eleição.

As demais mudanças serão na efetivação no mandado do primeiro suplente da coligação “Todos pelo Maranhão 4” em 2014 , deputado Rafael Leitoa (PDT); e do retorno à Casa do segundo suplente da mesma coligação, Fernando Furtado (PCdoB).

Esse último, porém, ocupará a cadeira na Assembleia somente até o retorno do deputado licenciado Neto Evangelista (PSDB), ainda à frente da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social (Sedes).