Pinheiro
PGJ arquiva procedimento sobre suposta falta de transparência de Luciano
Política

Assessoria Especial de Investigação do órgão apontou conduta atípica e falta de elementos probatórios

A PGJ (Procuradoria-Geral de Justiça) do Maranhão arquivou de um procedimento investigatório criminal instaurado no início de 2020 para apurar suposta falta de transparência da gestão Luciano Genésio (PP) na Prefeitura de Pinheiro.

A promoção pelo arquivamento foi acolhida pela subprocuradora-geral de Justiça para Assuntos Jurídicos, Lize Costa, com base em parecer da Assessoria Especial de investigação do órgão máximo do Ministério Público.

“Não há demonstração de conduta típica, antijurídica e culpável, para a qual a lei penal preveja punição, neste momento. Conduta atípica. Arquivamento em razão da ausência de fato típico. Falta de elementos probatórios, referentes aos fatos objetos de apuração”, diz ementa.

Aberto a partir de representação formulada ao Ministério Público, o procedimento investigatório tinha por objeto apurar possíveis irregularidades no Portal da Transparência de Pinheiro e no recebimento de transferências voluntárias.

Luciano vence com folga em Pinheiro, aponta Exata
Política

Pré-candidato à reeleição, progressista lidera todos os cenários de intenção de votos

O prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio (PP), lidera todos os cenários de intenção de votos e venceria a eleição com larga vantagem, segundo revelou a Exata.

De acordo com a sondagem, no cenário espontâneo, o progressista tem a preferência de 46% dos entrevistados pelo instituto. Em seguida aparecem Filuca Mendes (10%), Leonardo Sá (7%), Zé Arlindo (2%) e Victor Mendes (1%). Nenhum deles 5% e 29% não souberam ou não responderam.

No primeiro cenário estimulado, Luciano obteve 52% dos votos, pontuação bem à frente, com folga, de Leonardo Sá e Filuca Mendes, que marcaram 15%, cada. Eles são seguidos por Zé Arlindo (6%), Tony Ferreira (2%) e Filho de Coqueiro (1%). Brancos e nulos 6% e 3% não souberam ou não responderam.

Já no cenário estimulado no qual concorre apenas com Filuca Mendes e Leonardo Sá, Luciano Genésio vence com 55% dos votos válidos. Os demais pontuaram com 17%, cada. Nenhum deles 8% e 3% não souberam ou não responderam.

Na disputa apenas com Filuca, Luciano obteve 62% dos votos. O ex-prefeito cravou 23%. Brancos e nulos 12% e 3% não souberam ou não responderam.

Disputando somente com o ex-deputado federal Victor Mendes, filho de Filuca, Luciano foi escolhido por 64% dos entrevistados. Mendes obteve 17%. Brancos e nulos 15% e 4% não souberam ou não responderam.

No cenário concorrendo apenas com Leonardo Sá, Luciano foi o preferido por 61% dos entrevistados. O deputado foi escolhido por 23%. Brancos e nulos 13% e 3% não souberam ou não responderam.

Quando o eleitor foi questionado sobre quem ele acharia que venceria a eleição, 65% dos entrevistados apontaram Luciano como o grande vencedor. Filuca marcou 9%, seguido por Leonardo Sá (8%) e Zé Arlindo (1%). Não souberam ou não responderam 17%.

77% dos eleitores classificaram como ótima, boa e regular a gestão de Luciano Genésio.

Já 68% dos eleitores aprovam a administração do prefeito pinheirense.

Rejeição - Filuca Mendes é o pré-candidato mais rejeitado, segundo o levantamento. 42% dos entrevistados afirmaram não votar de maneira alguma no ex-prefeito.

Ele é seguido por Tony Ferreira (22%), Luciano Genésio (18%), Zé Arlindo (15%), Leonardo Sá (15%) e Filho de Coqueiro (13%).

Contratado pela Rádio e TV Difusora do Maranhão Ltda., o levantamento ouviu 420 pessoas, entre 5 e 6 de agosto, com margem de erro de 3,5 pontos percentuais, para mais ou para menos, e nível de confiabilidade de 95%. O registro foi feito sob o número MA-01774/20.

Luciano lidera com folga em todos os cenários em Pinheiro
Política

Pesquisa Econométrica ouviu 354 eleitores, entre os dias 20 e 22 de dezembro

Pesquisa do Instituto Econométrica aponta que o prefeito Luciano (PP) é o favorito, em todos os cenários e com folga, na disputa pela prefeitura de Pinheiro em 2020, quando concorrerá à reeleição.

Segundo o cenário estimulado, em que aparecem todos os pré-candidatos, Luciano está em primeiro com 36,7%, seguido pelo deputado estadual Leonardo Sá com 26,3%, o ex-prefeito Filuca (15,8%), o ex-prefeito Zé Arlindo (10,5%), e Pr. Lobato e Tony Ferreira, ambos com 2%.

Em um contexto sem os dois últimos colocados do cenário anterior, Luciano aumenta suas intenções de voto para 37,9%, em segundo Leonardo Sá com 27,4%, seguido por Filuca (16,4%) e Zé Arlindo com 10,2%.

No cenário sem a participação do ex-prefeito Zé Arlindo, Luciano Genésio aumenta seus números para 41,5%. Mais atrás aparecem Leonardo Sá com 30,2% e Filuca com 18,1%.

A maioria do eleitorado de Pinheiro, independente das posições políticas, acha que Luciano Genésio será reeleito prefeito da cidade. 45,2% dos pinheirenses acreditam nisso, enquanto somente 18,9% acham que Leonardo Sá vencerá as eleições. 10,5%, 3,4% e 1,1% acreditam que o vencedor possa ser Filuca, Zé Arlindo ou Pr. Lobato, respectivamente.

A pesquisa Econométrica foi realizada de 20 a 22 de dezembro, e ouviu 354 eleitores de vários bairros de Pinheiro. O erro amostral é de 4,8% com um intervalo de confiança de 95%.

Iniciadas obras de revitalização da barragem do Pericumã em Pinheiro
Cotidiano

Serão investidos R$ 3 milhões na fase inicial da reforma

Após articulação do prefeito Luciano (PP), nessa sexta-feira 6, foi dado início às obras de revitalização da barragem do Pericumã, em Pinheiro. Em fevereiro, uma das comportas se rompeu, causando inundação e graves danos ao ecossistema e às dezenas de família da região.

Para fase inicial da reforma, serão investidos R$ 3 milhões. Ao todo, a obra custará R$ 9 milhões, recursos oriundos de emenda parlamentar do deputado federal André Fufuca (PP-MA), que participou do ato. Também participaram a deputada estadual Thaiza Hortegal (PP), o coordenador estadual do DNOCS (Departamento Nacional de Obras Contra as Secas) Antônio Djalma, além de vereadores, secretários municipais e lideranças da região.

“Através do deputado André Fufuca, levamos os problemas ao Ministério de Desenvolvimento Regional; a deputada Thaiza se reuniu com o diretor do DNOCS; e até com o vice-presidente da República estivemos. Sem recursos, porém, não poderíamos começar nada. Isso só foi possível agora, e de forma ágil damos início a esta reforma”, destacou o prefeito.

Embora a manutenção da barragem do Pericumã seja de responsabilidade do DNOCS, do Governo Federal, força-tarefa montada pela gestão Luciano em Pinheiro, além de fazer diversos reparos emergenciais na comporta ao longo dos últimos dois anos, buscou a liberação rápida dos recursos para início das obras. O início das obras contou ainda com atuação do MPF (Ministério Público Federal) e com apoio da deputada Thaiza, por meio de frente parlamentar criada por iniciada dela na Assembleia Legislativa.

Desde quando foi inaugurada, há exatos 32 anos, esta será a primeira reforma de grande porte na barragem, atualmente em quase sua totalidade danificada.

Juiz barra licitações de 11 prefeituras do MA marcadas para véspera de Natal e Ano Novo
Política

Decisão é de José Carlos Madeira, em regime de plantão. Magistrado acolheu pedido do MPF, que aponta para possível dano ao erário

O juiz federal em regime de plantão José Carlos do Vale Madeira, da Seção Judiciária do Maranhão no Tribunal Regional Federal (TRF) da 1º Região, deferiu pedido de tutela de urgência, neste sábado 22, e determinou a suspensão de procedimentos licitatórios em 11 municípios do Maranhão, cujas sessões se encontram marcadas para os próximos dias 24 e 31 de dezembro, respectivamente, véspera de Natal e de Ano Novo — baixe a íntegra do documento.

O pedido foi feito pelo Ministério Público Federal (MPF), em ação civil público ajuizada contra os municípios de Brejo de Areia, Cantanhede, Capinzal do Norte, Cedral, Governador Luiz Rocha, Maranhãozinho, Pinheiro, São Domingos do Maranhão, São João do Sóter, Matinha e Matões.

De acordo com o Parquet, as datas agendadas para as realizações das licitações implicam em prejuízo à competitividade dos certames, além de constituir violação dos princípios da impessoalidade, da moralidade e da publicidade.

No documento, o MPF argumenta ainda que a Controladora Geral da União (CGU) no Maranhão expediu notificações aos prefeitos dos respectivos municípios, alertando que possível redução da quantidade de participantes nos procedimentos licitatórios poderia ocasionar dano ao erário quando da execução contratual; e que nenhuma das licitações marcadas pelas prefeituras para a véspera do Natal e do Ano Novo foi disponibilizada no Sistema de Acompanhamento Eletrônico de Contratação Pública (Sacop), do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Em razão de, nesta época do ano, as Comarcas do interior do Maranhão não disporem de plantão judiciário para fins de cumprimento de cartas precatórias, José Carlos Madeira ressalta na decisão que a eventual realização das licitações ora suspensas por falta de cientificação dos prefeitos dos municípios não tornará os respectivos procedimentos licitatórios insuspeitos.

“Isto posto, decido deferir o pedido de tutela de urgência para determinar a suspensão dos procedimentos licitatórios (...), cujas sessões se encontram marcadas para 24 e 31 de dezembro de 2018”, determinou.

Luciano assina OS para reconstrução da Feira Municipal de Pinheiro
Política

Com boa relação junto a bancada federal maranhense, prefeito de Pinheiro já viabilizou mais de R$ 14 milhões em emendas para obras e serviços na cidade

O prefeito Luciano Genésio (Avante) esteve, nesta quinta-feira 1º, acompanhado de seu secretariado, na Feira Municipal de Pinheiro, onde assinou ordem de serviço para o início das obras de reconstrução do espaço público.

A ideia é tornar o local seguro, organizado e higienizado, beneficiando os trabalhadores locais e a população da cidade.

“É com imensa satisfação que estamos assinando a ordem de serviço para o início dessa obra que irá trazer grandes benefícios para a população. Essa é uma reivindicação antiga dos pinheirenses, cansados de falsas promessas, mas que hoje está sendo realizada. Com muito esforço, responsabilidade e transparência, apesar da crise que o país ainda enfrenta, estamos com a folha de pagamento em dia e novas obras serão anunciadas ainda este mês”, afirmou Luciano.

Por meio da boa relação que possui junto a bancada maranhense, em Brasília, Luciano já viabilizou mais de R$ 14 milhões em emendas para obras e serviços no município. As emendas foram destinadas pelos deputados Júnior Marreca (PEN), Waldir Maranhão (Avante), André Fufuca (PP) e Luana Alves (PSB).

Os recursos, de acordo com o prefeito de Pinheiro, serão aplicados na reconstrução da própria Feira Municipal de Pinheiro e em setores da saúde, esporte e infraestrutura.

“Vamos continuar na busca incessante de captação de recursos, por meio dos nossos deputados federais e estaduais, e governos estadual e federal, para investimentos que tragam mais melhorias para nossa Princesa da Baixada”, afirmou.

Luciano fecha 2017 com 60,6% de aprovação, aponta pesquisa
Política

Levantamento é do Instituto Nacional de Opinião Pública, o Inop

A administração do prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio (Avante), é aprovada por 60,6% dos moradores do município, localizado na região da Baixada Maranhense.

É o que mostra resultado de pesquisa recente realizada pelo Instituto Nacional de Opinião Pública (Inop), a última de 2017.

De acordo com os números do levantamento, apenas 39,51% desaprovam a gestão de Luciano.

Não souberam ou não responderam somaram 0,43%.

 

Certidões do próprio TCE-MA põem em descrédito lista de transparência
Política

Tribunal confirmou que prefeitos de Pinheiro, Santa Rita e Bacabeira estão cumprindo legislação, mas divulgou lista pública que aponta o contrário

Certidões do Tribunal de Contas do Estado (TCE) do Maranhão apresentadas pelos prefeitos de Pinheiro, Santa Rita e Bacabeira colocaram em total descrédito a, até então, temida lista feita pelo Parquet sobre o cumprimento dos judicionados quanto as chamadas Lei da Transparência e Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

Divulgada pelo TCE-MA, no início desta semana, como a quinta avaliação realizada pelo órgão desde que a fiscalização trimestral teve início, em setembro de 2016, a lista, considerada a menina dos olhos do presidente da Corte, conselheiro Caldas Furtado, teve incluído os três entes municipais dentre os que estão marginais ao que determina a legislação.

Contudo, documentos do próprio tribunal, apresentados pelos prefeitos Luciano Genésio (Avante), Hilton Gonçalo (PCdoB) e Fernanda Gonçalo (PMN), mostram que a famigerada lista não condiz com a realidade.

No caso, enquanto no site do TCE-MA a lista de acesso público mostra que as administrações municipais estão em descumprimento com a legislação, as certidões emitidas no privado pelo mesmo TCE-MA mostram o contrário, que todos os três prefeitos — de Pinheiro, Santa Rita e Bacabeira — estão em total cumprimento a lei.

Pior ainda: a lista divulgada pelo Parquet de Contas como a mais atual está, na verdade, defasada.

No site, o mês de levantamento informado é o de outubro último. Já nas certidões apresentadas pelo trio de prefeitos, o levantamento é do mês de novembro, isto é, mais recente. Logo, se houve a consulta mais recente, deveria o tribunal ter atualizado o portal dos jurisdicionados.

Como o TCE-MA falhou nessa lista — que 72 horas depois ainda permanece sem correção —, provocando vexames e cobranças desnecessárias a quem está de fato cumprindo a lei, já não se pode mais afirmar, e nem confiar, se as listas anteriores, bem como as futuras, também não podem conter o mesmo grave erro.

Procurado por meio de sua assessoria de imprensa a se manifestar sobre o assunto, o Tribunal de Contas do Estado preferiu adotar o silêncio, não retornando o contato até a publicação desta matéria.

Câmara de Pinheiro rejeita pedido de cassação de Luciano Genésio
Política

Placar final foi de 10 votos a 4. Representação foi protocolada por populares ligados ao grupo que faz oposição ao prefeito

A Câmara Municipal de Pinheiro rejeitou, em sessão extraordinária realizada nesta terça-feira 7, por maioria absoluta, uma representação que pedia a cassação do mandato do prefeito da cidade, Luciano Genésio (Avante).

O placar final foi de 10 votos a 4.

Votaram contra o pedido de cassação os vereadores Albininho (PCdoB), Alessandro Montenegro (PP), Capadinho (PMDB), Ednildo (PCdoB), João Moraes (PSB), Lucas do Beiradão (PSD), Paulinho Enfermeiro (PMN), Riba do Bom Viver (PDT), Rubemar (PMDB) e Sandro Lima (PCdoB). Pela cassação votaram os vereadores Guto (PV), Valter Soares (PV), Oziel Menezes (PSD) e Beto de Ribão (PSD).

A representação contra Luciano foi formulada por um grupo de populares ligados a oposição do prefeito, dentre eles o suplente de vereador Osmar Pacheco (PMDB), anilhado ao ex-prefeito de Pinheiro, Filuca Mendes (PMDB). Segundo a denúncia, o prefeito era acusado de nepotismo, peculato e malversação da verba pública.

Além de representar derrota a Filuca, a decisão da maioria esmagadora dos vereadores, favorável a Luciano Genésio, atinge ainda o deputado estadual Othelino Neto (PCdoB); o deputado federal Victor Mendes (PSD); e o ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE) do Maranhão, conselheiro João Jorge Jinkings Pavão.

Prefeitura de Pinheiro realiza nova edição do programa Peixe na Mesa
Maranhão

Foram distribuídas 30 toneladas do pescado. Iniciativa do prefeito Luciano busca atender as pessoas carentes

A Prefeitura Municipal de Pinheiro realizou, no último fim de semana, nova edição do programa Peixe na Mesa, que atende pessoas de várias localidades da cidade.

A ação é uma iniciativa importante do prefeito Luciano (Avante), pois busca atender as pessoas carentes com a entrega gratuita de pescado de qualidade.

Contando com equipes empenhadas, o objetivo é beneficiar os cadastrados no programa Bolsa Família e no CadÚnico, que estão sendo ajustados para que a população pinheirense possa, como diz o nome do próprio programa, receber mensalmente o alimento para pôr na mesa.

Segundo a assessoria de imprensa da prefeitura, nos dois dias de ação, foram entregues à população da cidade 30 toneladas de peixe, especialmente para pessoas da zona rural e das regiões de Pacas, Paraíso e Gama.

Pinheiro ganha reforço no combate à malária, leishmaniose e Aedes aegypti
Maranhão

Município foi beneficiado com duas motocicletas e equipamentos de epidemiologia

O município de Pinheiro ganhou, na última quinta-feira 10, reforço importante no combate à malária, leishmaniose e ao mosquito Aedes aegypti, vetor de doenças como dengue, chikungunya e zika virus.

Em solenidade realizada no Palácio dos Leões, o prefeito da cidade, Luciano Genésio (Avante), recebeu do governo estadual duas motocicletas e equipamentos de epidemiologia.

O pacote de equipamentos para o controle da malária conta com a distribuição de Ultra Baixo Volume (UBV) costal – utilizado no combate do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus, pulverizador de 15,2l , termonebulizador e equipamentos empregados no combate da malária, leishmaniose e ao Aedes aegypti.

Para Luciano, os veículos darão maior agilidade às equipes durante as visitas dos agentes de saúde.

“O trabalho é muito intenso na prevenção e essas motos darão mais rapidez nas tarefas diárias dos agentes. As ações de saúde de forma individual não são possíveis de funcionar. Sabemos que para muitas pessoas, o serviço de prevenção é visto como devaneios, mas somente através deste trabalho conseguimos manter nosso município livre desta endemia”, ressaltou.

Pinheiro: Luciano Genésio rebate ataques da oposição
Política

Foto em que prefeito está com a família numa casa recreativa para crianças foi usada contra o chefe do Executivo

Acompanhado da base do governo na Câmara Municipal de Veadores, o prefeito de Pinheiro, Luciano Genésio (Avante), rebateu ataques da oposição, naa quinta-feira 3, durante entrevista ao programa Repórter Cidadão, da Rede TV.

De acordo com Luciano, uma foto divulgada nas redes sociais, em que ele aparece num momento familiar com a sua esposa e filho, não é em Dubai, nos Emirados Árabes, como prega a oposição, mas em São Paulo, numa casa recreativa para crianças.

Já sobre o pagamento do 13º salário dos professores, outro assunto utilizado pela oposição contra a sua administração, o prefeito esclareceu que o pagamento será feito ainda neste mês.

Ainda segundo Luciano, não há qualquer atrito em seu grupo político e tampouco discussões sobre a saída de secretários municipais.

Luciano garante obras para Pinheiro em encontro com Roberto Rocha
Política

Execução dos projetos será feita com recursos do PAC e por meio do Ministério da Integração Nacional

O prefeito do município de Pinheiro, Luciano Genésio (Avante), reuniu-se, nessa segunda-feira 31, em São Luís, com o senador Roberto Rocha (PSB-MA). No encontro, foi discutida uma agenda positiva para a população da cidade.

Dentre os projetos discutidos, destacam-se o de investimentos que garantam a revitalização da Avenida Pericumã – que equivale à Avenida Litorânea, em São Luís; e a construção de um moderno Centro de Abastecimento.

A execução das obras será garantida com recursos do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento).

Além disso, o prefeito de Pinheiro garantiu, ainda, a destinação de pelo menos 20 quilômetros de pavimentação asfáltica para as ruas da cidade, por meio do Ministério da Integração Nacional.

Pinheiro: Hospital Antenor Abreu ganha mais uma ambulância
Maranhão

Aquisição da unidade resultará na melhoria de atendimento à população do município

A Prefeitura Municipal de Pinheiro conseguiu adquirir mais uma ambulância para o Hospital de Média Complexidade Antenor Abreu.

Com a aquisição, os serviços de urgência da unidade de saúde garantem novo reforço, o que resultará na melhoria de atendimento à população.

Segundo o prefeito da cidade, Luciano Genésio (PP), a aquisição ambulância foi necessária para descongestionar a frota do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) do município, que conta com algumas ambulâncias em manutenção ou em condições precárias de circulação.

“Aqui a saúde é encarada com muita seriedade”, destacou o progressista nas redes sociais.

Além da ambulância, dentre outas ações que apontam o avanço da saúde em Pinheiro estão as reformas, ampliações e adequações em postos de saúde e nos hospitais Materno Infantil e do próprio Antenor Abreu, logo nos primeiros meses de governo. Houve ainda a ampliação da equipe médica nas unidades.

Retomada das obras de reabastecimento em Pinheiro beneficiará 20 mil habitantes
Maranhão

Serão implantados mais de 15 mil metros de rede de distribuição de água e mais de 3.700 novas ligações domiciliares

Foi oficialmente retomada, em solenidade ocorrida na manhã desta segunda-feira 5, a obra de melhoria do Sistema de Abastecimento de Água (SAA) do município de Pinheiro.

O projeto compreende, dentre outras coisas, a substituição de dois conjuntos moto-bomba com vazão de 400 m³/h, por dois novos com vazão de 500 m³/h; a construção de Estação de Tratamento de Água (ETA); a substituição da adutora existente, de ferro fundido, por uma em PVC-DN300, com 2.390 metros; a construção de reservatórios apoiados e elevados; a construção de casas de bombas e estação elevatória de água tratada; e a construção de Adutora de água Tratada.

A retomada foi possível após parceria entre o prefeito Luciano Genésio (PP) e o governo estadual, por meio da Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema).

“Vamos dobrar a vazão de água em Pinheiro. Teremos água nas torneiras em todas as residências da sede”, comemorou o progressista.

Serão implantados mais de 15 mil metros de rede de distribuição de água e mais de 3.700 novas ligações domiciliares em Pinheiro. A estimativa, segundo divulgado pela prefeitura e pela Caema, é que 20 mil habitantes sejam beneficiados pela obra, que terá investimento de aproximadamente R$ 10 milhões.

Luciano garante permanência do curso de medicina em Pinheiro
Política

Anúncio foi feito ontem, em Brasília. Articulação contou com o apoio dos deputados André Fufuca e Waldir Maranhão

O prefeito do Pinheiro, Luciano Genésio (PP), recebeu do ministro da Educação, José Mendonça Filho, a garantia de que o curso de Medicina da Universidade Federal do Maranhão (UFMA) no campus do município não será desativado. O anúncio foi feito em reunião de trabalho, nesta quarta-feira 31, em Brasília. Articularam o encontro os deputados federais André Fufuca e Waldir Maranhão.

Segundo o ministro, uma comissão do Ministério da Educação (MEC) desembarcará em Pinheiro, nas próximas semanas, para realizar uma audiência pública com os universitários e professores. A comissão será coordenada pelo secretário de Educação Superior, Paulo Monteiro, e pelo secretário de Desenvolvimento da Educação, Silvio José.

A reitora da UFMA, professora Nair Portela, também deverá participar da reunião. O objetivo é ouvir estudantes e corpo docente para encontrar soluções urgentes para retirar o curso da situação de precariedade.

Há quase um ano, estudantes de Medicina da região da Baixada Maranhense vêm usando as redes sociais para denunciar o sofrimento com inúmeros problemas de ordem estrutural, tais como falta de professores e de laboratórios.

Devido a esta situação, a reitoria da UFMA chegou a cogitar a possibilidade de retirar o curso do campus de Pinheiro e transferi-lo para São Luís. Caso essa possibilidade se concretizasse, os universitários, principalmente pinheirenses e moradores de cidades próximas, seriam prejudicados.

“Trata-se, sem nenhuma dúvida, de uma grande vitória. A retirada do curso do campus de Pinheiro iria prejudicar centenas de universitários, principalmente os que residem na Baixada. Felizmente, com o apoio do Waldir e do André, obtivemos do ministro Mendonça Filho a garantia de que o campus pinheirense da UFMA continuará com o seu curso de Medicina”, comemorou Luciano Genésio.

Prefeitura de Pinheiro reinaugura Mercado Manoel Tucura
Maranhão

Local teve a infraestrutura totalmente revitalizada, passando a oferecer boas condições de trabalho para os feirantes

A Prefeitura Municipal de Pinheiro reinaugurou, na última sexta-feira 5, o Mercado Municipal Manoel Tucura.

O local teve a infraestrutura totalmente revitalizada, passando a oferecer boas condições de trabalho para os feirantes.

Na ocasião, o prefeito da cidade, Luciano Genésio (PP), realizou a 1ª Feira Municipal do Agricultor Familiar. O evento foi realizado em parceria com o Banco do Nordeste (BNB), Secretaria Municipal de Agricultura e o Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Pinheiro.

Para o progressista, a parceria foi um importante incentivo para o desenvolvimento da ação em prol dos feirantes e da população pinheirense.

“Hoje temos um apoio necessário que precisávamos para desenvolver melhor nosso trabalho na roça, juntamente com o Banco do Nordeste. Hoje nós produzimos uma quantidade expressiva de mandioca, maxixe, abóbora e cupuaçu, dentre outros produtos. Que hoje beneficiam inúmeras famílias de nossa zona rural”.